Skip to main content

Posts

Showing posts from September, 2006

A ditadura do cor-de-rosa

Nunca fui apaixonada por cor-de-rosa; sempre tive poucas coisas cor-de-rosa e achava que quando tivesse uma filha ela jamais usaria nada com esta cor. E assim foi com a Helena até que...

O enxoval da Helena tinha de todas as cores; do azul até uma ou outra pecinha rosa bebê, mas é impressionante como somos forçado a ceder em pró do estilo Barbie! Quando coloco um macacão azul ou mesmo um conjunto com uma cor um pouco mais escura, muita gente, mas muita gente mesmo fica em dúvida se é uma menina ou um menino; ninguem nem percebe o brinco, se o modelo é mais feminino e mesmo a carinha da Helena que na minha opinião já diz tudo. Mas apesar de ter que ficar corrigindo e dizendo que é uma menina eu ainda demorei um tempo pra ceder. Agora desisti!!! Em todas as lojas, em todas as vitrines, todas as prateleiras, em tudo o que esteja relacionado com meninas só se encontra coisas cor-de-rosa!!! Sempre tem uma ou outra coisinha em outra cor mas os modelos mais bonitinhos e a maior variedade de t…

Mãe é mãe II

A construção aqui da casa ao lado de certa forma está me afastando do blog. Acho que eles estão lixando as paredes e a poeira é absurda. Assim, eu acabo passando meus dias limpando a casa ou fugindo pra casa da minha mãe. Esta semana ela me veio com esta: - Se vc morasse mais perto aqui de casa eu poderia ir te ajudar na faxina da casa!!! E eu fico me perguntando: - É correto deixar a mãe de 73 anos fazer a faxina da sua casa porque vc não quer faxineira? - Como eu faço pra pagá-la? Diária completa e nao ajudo em nada? Metade da diária e fico ajudando? Pago a diária completa e ajudo, afinal ela é minha mãe? Ou não pago nada porque ela veio porque quis? O pior é que ela estava falando sério!

Não perca o controle, menino!

As tecnologias vão avançando e a gente tem que estar sempre atento pra conseguir acompanhá-las. Eu e o Sergio não somos lá muito rápidos nisto e apesar de termos comprado um dvd há mais de 1 ano somente neste último final de semana fizemos a instalação do mesmo. Ficou ótimo e funcionou super bem até que percebemos que as maravilhas da vida moderna implicam em um monte de parafernalhas da vida moderna. É claro que o nosso dvd tem um controle remoto moderníssimo, na época em que compramos e veio fazer companhia ao controle remoto da tv e da tv a cabo e o uso é muito simples: pra ligar a tv usa-se o controle remoto da tv e o volume pode ser aumentado e diminuido por este mesmo controle remoto. Só que pra tv a cabo funcionar a tv tem que estar no canal 4 e o controle dos canais passa a ser pelo controle remoto da tv a cabo. O controle de volume do controle remoto da tv a cabo também funciona mas não pode ser substituido pelo outro controle, ou seja, quando aumenta-se o volume por um não se…

Green Card

Pra quem não sabe os Estados Unidos faz um sorteio de 50000 Green Card todos os anos. As inscrições são online e qualquer pessoa com segundo grau completo pode participar. Foi com um certo pesar e preocupação que fiquei sabendo que a partir deste ano o Brasil não poderá mais participar do sorteio. Parece que a novela América acabou com o sonho de muitos brasileiros de ir fazer a América legalmente... a Glória Peres que se cuide!!!
Brincadeiras a parte, o Brasil está fora este ano porque mais de 50000 imigrantes brasileiros foram para os Estados Unidos nos últimos 5 anos. 50000 imigrantes brasileiros só para os Estados Unidos????!!!!
No período que fiquei em Atlanta (6 meses) conheci muitos brasileiros através do orkut e acabei fazendo muitas amizades "não virtuais". A maioria destas pessoas não estava lá fazendo faxina ou trabalhando na construção civil. Tenho observado uma nova tendencia na imigraçao de brasileiros. Me parece que os "novos" imigrantes não estão indo…

Lei de murphy

Eu não posso dizer que sou a pessoa mais organizada do mundo mas em geral consigo manter a minha casa decentemente bagunçada. Pelo menos dá pra receber uma visita surpreza sem muito susto. Tem certos dias, entretanto, que as coisas saem do controle de tal maneira que até pra começar a arrumação fica difícil. Hj foi um destes dias. Primeiro decidi trazer toda a roupa lavada pra sala onde fica a TV. Não é justo ficar passando roupa sozinha no quartinho do fundo sem ter com que se distrair. É bem verdade que a quantidade de roupa era um pouco exagerada e é claro que eu não poderia ir trazendo aos poucos... Exatamente hoje também era o dia da matricula do Dudu na nova escola e acabei perdendo um tempão com isso. Quando voltei pra casa dei de cara com toda aquela roupa pra passar mas ja estava no horario de fazer a sopinha da Helena e adiantar o almoço do Dudu, então resolvi passar a roupa a tarde. Assim que o almoço ficou pronto já estava no horario de buscar o Du na escola e a roupa conti…

Mãe é mãe

Acho minha mãe muito engraçada: se por um lado tudo o que eu faço em relação às crianças e ao marido está errado; por outro ela me trata como se eu ainda fosse aquele bebezinho que ela teve quando as filhas mais velhas já estavam batendo nas portas da adolescência. Em meio a um monte de críticas vem sempre aquela preocupação se eu consigo dar conta de cuidar das crianças e da casa: "vc deve se ver doida com esses dois e ainda tendo que cuidar da casa, né?" Hoje mesmo ela queria que eu fosse pra casa dela a tarde e levasse a montanha de roupas que tenho pra passar!!! Vê se tem cabimento isso: eu saindo de casa com o bagageiro do carro cheio de roupas e nós passarmos uma agradável tarde na casa dela revezando o ferro de passar. Sem contar que ia ser difícil trazer tudo de volta sem amassar! E eu fico pensando nela e em todas as dificuldades que ela teve: se casou e veio pra São Paulo; teve 3 filhas com diferença de 2 anos entre uma e outra; ela cuidava das 3 sem carro, sem escoli…

A sutileza dos livros didáticos

Estou lendo o livro O livreiro de Cabul escrito pela jornalista norueguesa Asne Seierstad. O livro conta histórias do dia a dia de uma familia afegã após a queda do regime talibã. Várias coisas têm me chamado a atenção neste livro mas achei muito interessante a descrição dos livros didáticos elaborados pelo regime talibã. Havia uma preocupação do regime em ensinar as crianças com coisas presentes em seu cotidiano; então ao invés daquelas palavrinhas como b de bola e i de igreja, as crianças aprendiam o alfabeto assim: J de jihad - que significa o propósito de mundo; I de Israel - que é o inimigo K de kalashnikov - nós venceremos T de talibã Até na matemática o regime influenciou os livros didáticos. Um exemplo citado no livro: "O pequeno Omar tem uma kalashnikov com três pentes. Em cada pente há 20 balas. Ele usa dois terços das balas e mata sessenta infiéis. Quantos infiéis ele mata por bala? Achei muito interessante! E porque não aproximar os nossos livros didáticos do nosso cotidiano…

O sapato do carro

Eu adoro dirigir descalça e também adoro usar chinelo havaiana. Nada mais prático então do que usar chinelo havaiana quando saio de carro. Entro no carro, tiro o chinelo, dirijo descalça, coloco o chinelo e pronto! O problema é que não é em todo lugar que se pode ir de chinelo e pra resolver esse problema eu tenho o "sapato do carro". Sempre tem um par de sapatos no meu carro, em geral aquele que combina com tudo pra eu colocar quando não posso ir de chinelo. Esses dias fui buscar o Du na escola e o sapato do carro estava no porta malas. "Mas também", pensei, "qual o problema de estar de chinelo pra pegar o filho na escola?" Eduardo, no alto dos seus 2 anos e 9 meses diz logo que me vê:"você está de chinelo!!!????" Como seu eu estivesse nua! Agora estou me preparando pro dia que ele vai pedir pra eu espera-lo do outro lado da rua!

11 de setembro

Colunas de luz em NYC encerram as homenagens aos 5 anos dos atentados (foto tirada da página da UOL)
No dia 11 de setembro não dá muito pra falar de outra coisa que não sejam os atentados de 5 anos atrás. Me lembro que no dia eu estava trabalhando e fiquei muito assustada com o que estava vendo pela internet. Quando cheguei em casa fiquei a tarde inteira na frente da tv, vendo e revendo as imagens e ainda assim não conseguia acreditar. Fiquei muito espantada de ver que muitas pessoas que trabalhavam comigo continuaram suas atividades normalmente como se nada estivesse acontecendo. Nos seis meses em que estivemos nos Estados Unidos tivemos uma certa idéia de como aqueles ataques mexeram com a vida daquelas pessoas e não tem como você não se contagiar pela sensação de medo de que alguma coisa volte a acontecer. Em muitas ocasiões vc olha pro lado e fica pensando se aquele inofensivo senhor ou aquela simpática senhora não são na verdade perigosos terroristas que vão se explodir ali, exatame…

Comida japonesa

Eu e o Sergio adoramos comida japonesa! Sempre que podemos pedimos alguma coisa em casa ou vamos a um restaurante aqui perto que tem um sitema de rodízio barato e com muita variedade; uma delícia! Mas na verdade nem sempre foi assim. Eu não gostava muito, ou melhor, não gostava nem um pouco. Durante 5 anos tive muito contato com japoneses e mesmo frequentando festas e casas de japoneses eu não entendia como eles podiam comer aquilo. Não sei bem como foi que aconteceu a mudança do meu gosto mas me lembro que na faculdade eu já aceitava um sushi e não demorou muito pra que eu começasse a aceitar o sashimi também. Já com o Sergio foi um pouco diferente. Quando nos casamos ele nem pensava em comer comida japonesa. Pra ele era inaceitável comer uma carne que não fosse cozida e acabava tendo um certo preconceito de todas as outras coisas. Mas como o amor faz milagres na vida de uma pessoa, ele achou que seria muito injusto que eu não mais comesse comida japonesa só porque ele não comia e pra…

25 de março

Nada como um feriado prolongado pra dar uma passadinha na rua 25 de março, ou "na 25" como os frequentadores se referem a ela. Quem mora em São Paulo ou visita a cidade e não conhece a 25 não pode dizer que conhece São Paulo. Na verdade quando falamos da 25 de março nos referimos à rua que leva este nome e as imediações dessa rua onde se encontra "o maior shopping a céu aberto da América Latina". Um dos principais acessos é pela estação São Bento do metro, que tem uma saída na "Ladeira Porto Geral", também muito famosa na região. Na 25 encontra-se de tudo um pouco: As calçadas são forradas de camelôs que vendem roupas, calcinhas, canetas, bolsas, bijouterias de todo tipo, cd's, brinquedos, revistas usadas de artesanato e muitas outras coisas que não tenho espaço pra falar. Certa vez eu comprei uma caneta pra dar de presente e não é que encontrei um fulano que gravou o nome da pessoa na caneta; alí mesmo na calçada movimentada da 25 de março. Em outra …

Que menina de sorte

Estava eu revendo histórias de partos e me lembrando da minha experiência nesta área e pensando em como não posso reclamar da vida.
A gestação do eduardo foi muito tranquila mesmo tendo transcorrido em paralelo ao término do meu mestrado. Entre uma consulta e outra no obstetra eu qualifiquei e comecei escrever a tese; após a ginástica pra gestante e a yoga dava um pulinho no laboratório pra fazer aquele ensaio de última hora e/ou brigar com o orientador, risos.
15 dias antes do Dudu nascer eu defendi a minha tese e por uma feliz coincidência meu obstetra estava na sala ao lado, em uma aula do mestrado dele. Uma tranquilidade!
O parto demorou um pouco mas tb foi tranquilo. Marcamos a indução do parto para um domingo (14 de dezembro) pois eu já tinha completado 40 semanas, tinha dilatação, O bebê estava encaixado mas não estava a fim de sair. Então, num maravilhoso domingo de manhã me internei e começamos a indução que acabou demorando quase 8 horas até que realmente entrei em trabalho de …

E voltando a falar em educar filhos...

acabo de perceber que minha filhinha de apenas 7,5 meses já é uma espertalhona!!! Passei algumas semanas tentando mostrar a ela que não dá pra ficar no colo o dia todo e que tenho que fazer outras coisas além de cuidar dela. Parece que ela entendeu a lição porque não tem me dado trabalho nenhum durante o dia: dorme sozinha, brinca no berço ou no cochão que coloquei na sala e aceita numa boa ficar no carrinho enquanto estou no quintal ou na cozinha. É claro que sempre tem um colinho quentinho pra ela porque ela adora e eu tb, mas sem exageros!!!!

Agora que tudo parecia estar dentro dos eixos eis que surge a figura do pai presente pra embolar o meio de campo!!!!

Não é que a danada da menina já aprendeu que quando o papai chega muitas regras podem ser mudadas e que ele tem um colinho disponível por tempo ilimitado??? Basta ele passar em frente ao carrinho e dizer "boa noite querida!" pronto: a mocinha começa olhar pra ele e chorar como se estivesse com uma dor horrível e, lá vai …

Escrevendo direto da geladeira

Basta esfriar um pouquinho pra eu me lembrar de como o inverno em Atlanta foi bom! Apesar de temperaturas muito mais baixas que os 9 graus que fez ontem a noite a gente não passava frio. Dentro de casa tem o aquecimento que permite ficar de camiseta o tempo todo e todos os lugares fechados são aquecidos também. Só era preciso usar casacos na rua. Passei o dia todo hj cheia de blusas e morrendo de frio; mal consigo digitar! Levantar de manhã é outro drama. Se já não bastasse ter que levantar as 5:45 da manha ainda com esse friozao. Banho!!!??? Dá vontade de adotar a técnica europeia: não precisa ser todo dia! As crianças passam o dia encapotadas. A Helena está parecendo uma bola de meia. Só os olhinhos estão de fora e ela mal consegue se mexer. O Dudu apesar de parecer um robô amarrado não está nem aí pro frio; a porta está aberta e ele correndo do quintal pra sala e da sala pro quintal como se estivesse o maior calor. o Leo não saiu da casinha nem pro costumeiro xixizinho na minha pá d…