Skip to main content

E por falar em passeio no parque...

SeesawEm geral quando vamos a algum parque aqui em São Paulo acabamos nos lembrando do parques que visitávamos em Atlanta (EUA). Em sua maioria estes parques eram super bem organizados, limpos e bem cuidados. Todos os parques em que fomos tinham áreas separadas para crianças menores de 3 ou 4 anos e crianças maiores. Nunca vi crianças grandes n0s brinquedos dos pequenos e nem marmanjões dando uma de criança.

As próprias crianças tomavam cuidado com tudo e chegamos ao cúmulo de visitar um parque onde os brinquedos que ficavam no tanque de areia eram do próprio parque. As crianças pegavam, brincavam o quanto queriam e os deixavam na areia quando iam embora. Uma coisa inacreditável.


Sem contar que o número de parques era imenso: em cada "esquina" tinha uma área verde com um playground - e sempre brinquedos em locais separados para os pequenos e as crianças maiores.

Próximo à cidade tinham muitos parques maiores, em geral pagos. Mas valia a pena: quase todos cobram um valor único por carro e só. Nunca tive problemas com banheiros sujos ou sem papel, sabonete e toalha pra secar a mão. Sempre tem uma área reservada pra fazer churrasco com mesinha e bancos e a churrasqueira, é claro. Tudo muito limpo e organizado: sem lixo no chão, nem sujeira de cachorro.

Uma outra coisa interessante, que pra muitos pode ser considerado ruim, é que nestes locais públicos é proibido o consumo de bebida alcoólica. Pra quem gosta é uma grande desvantagem mas pra nós era uma coisa ótima. Aliás o controle de bebida por lá era bem rigoroso e nos domingos por exemplo era proibido a venda de qualquer tipo de bebida alcoólica.
Se por um lado era tudo muito organizado e limpo, por outro tudo era muito prático tb. Em qualquer lugar se encontram cestos de lixo, por exemplo; assim não tem desculpa pra jogar lixo no chão.

E eu que sempre me achei meio brega por adorar passeios como zoológico, jardim botânico, pic nic no ibirapuera, me senti em casa em Atlanta. Em pleno inverno os parques estavam sempre cheios. Eu fico imaginando como não deve ser no verão.

Picnic

E ao contrário do que se possa imaginar não tinha nada de extraordinário nestes lugares. Tudo muito simples, de fácil manutenção, aproveitando a paisagem local. E claro, tudo com muita segurança.