Skip to main content

Que noite!!!

Só pelo fato do Sergio ter viajado esta noite já prometia não ser muito tranquila. Em geral quando ele viaja meu sono fica super leve e eu acordo por qualquer respiração mais forte das crianças. Sem contar que acabo indo dormir tarde; ontem fui pra cama a 1:00h.

Como estava cansada adormeci super rápido e mais ou menos a 1:30 acordei com um som estranho no telhado. Parecia que alguem andava sobre ele. Fiquei quieta, prestando atenção e percebi que tinha alguem no forro da casa. Já criei várias histórias fantásticas mas depois de um tempo acabei concluindo que uma pessoa não conseguiria andar muito no forro da casa e cheguei à conclusão de que se tratava de um gato (ou rato bem grande). Esperei mais um pouco mas o som parou de vez e eu consegui adormecer de novo.

Mais ou menos as 3 da manhã acordei com o Eduardo tossindo muito, falando coisas desconexas e quando cheguei no quarto deles ele estava vomitando e com febre. Levei-o para o banheiro, lavei-o, troquei sua roupa e abri a primeira exceção da noite: deixei-o ir pra minha cama. Dei um antitérmico e fui limpar a sujeira no quarto dele.

É claro que com o entra e sai do quarto, leva colchão pra lá, lençol pra cá e tudo o mais, Helena, soninho super leve, acordou e quem disse que ela queria ficar no berço sozinha? Até fiquei um pouco com ela no quarto e como vi que a coisa ia longe abri a segunda exceção do dia: levei-a pra minha cama também.

Nesta confusão até a Luisa já estava acordada e quando me deitei pra tentar pelo menos cochilar ela não parava de chutar. A Helena por sua vez, mesmo no escuro, ficava passando a mão no meus rosto e "falando", e o Edu, dormiu com aquele narizinho entupido e aquela respiração de dar desespero em qualquer mãe.

Já passava das 4:30 quando consegui levar a Helena para a cama dela (não consigo dormir com criança) e só ficou o Edu comigo porque eu estava com medo que ele piorasse e eu não percebesse. A Luisa, depois de muitos chutes acabou se cansando também e enfim consegui dormir. Neste momento resolvi que não levaria o Edu na escola hj mas esqueci de desligar o radio relógio e acodei as 6 horas como de costume quando o Sergio não está (se está ele levanta 5:45).

Até tentei dormir novamente mas fiquei com aquele sono interrompido, acordando a cada 15 minutos e resolvi levantar. O Edu está novamente com febre mas continua dormindo. Ele reclamou de dor na barriga mas quando fiz uma massagem ele adormeceu.

Dona Helena já acordou com pique total e eu... bem, eu estou no maior prego. Parece que estou com uma pedra enorme na cabeça!

Isto porque ontem passei o dia inteiro meio preocupada porque não encontrei no site da infraero o número do voo que o Sergio me passou. Passei o dia criando histórias. Só fui ficar realmente tranquila quando liguei pro hotel a noite e a atendente me informou que ele ja havia se hospedado.

PS: Pra quem não conhece este site da
Infraero, é super legal nestes tempos de atrasos nos aeroportos. Tendo o número do voo ou o nome da companhia dá pra saber a hora prevista pra partida ou chegada, o horário que já foi confirmado ou se o avião já chegou no destino. Geralmente funciona super bem e para o Sergio também é uma tranquilidade porque ele sabe que eu estou acompanhando-o e ele não precisa ficar me ligando.