Skip to main content

Meio ambiente ou sanidade mental

Há algum tempo atrás, li em um blog sobre uma campanha para o uso de fraldas de pano ao invés das indestrutíveis fraldas descartáveis. Tudo bem que a autora da campanha tem apenas uma filha e já com 4 anos, ou seja, não usa mais fraldas.


A campanha seria até interessante se não acarretasse outros problemas talvez até maiores do que a poluição das fraldas.


Eu fico me imaginando usando fraldas de pano. Tenho três filhos. O Eduardo, graças a deus não usa mais fraldas durante o dia porem ainda escapam alguns xixizinhos durante a noite e com a chegada da Luísa eu achei melhor manter a fralda noturna para evitar acidentes no colchão. Se eu usasse fraldas de pano teria pelo menos 1 fralda a mais todo dia pra ser lavada junto com toda a roupa (de pano) que já lavo.


A Helena ainda usa fraldas constantemente, e sem contar as fraldas que vazam ou quando ela suja a fralda assim que a troco, gasto em media 6 ou 7 fraldas por dia.


Mas a grande campeã hoje é a Luísa. A cada mamada eu troco uma fralda, mas ela suja mais fraldas do que as mamadas diárias. Muitas vezes eu termino de trocar e ela suja a fralda afinal, sujar fralda limpinha é mais legal. Calculando por alto ela suja umas 10 fraldas por dia.


Fazendo as contas eu verifiquei que meus filhos sujariam aproximadamente 20 fraldas de pano todos os dias. Se forem aquelas fraldas convencionais, serão necessárias duas em cada troca pra nao ter que trocar de hora em hora. Já seriam 40 fraldas todos os dias, sem contar que as fraldas de pano, pelo menos as convencionais, absorvem menos o xixi e correm mais risco de vazar na roupa (e la se vai mais roupa pro cesto). Para evitar o problema do vazamento seria ideal trocar a criança com maior frequência ultrapassando com folga as 40 fraldas diárias.

Como lavo roupa dia sim/ dia não alem de toda a roupa acumulada de dois adultos, três crianças e as roupas gerais da casa (cama/ mesa/ banho) ainda teria 80 fraldas para serem lavadas.

Fralda suja com xixizinho básico, é fácil. Basta enxaguar antes de colocar na máquina porque sem o enxague inicial eu imagino que a quantidade de sabão em pó teria que ser bem grande pra conseguir tirar o cheiro do xixi. Mais sabão implica em mais enxague, então ao inves de enxaguar duas vezes como o programa normal da maquina faz seria aconselhavel enxagar pelo menos mais uma vez.

Mas o problema estaria mesmo com as fezes. Quem tem bebê recem nascido (que nao controla os esfincters) certamente já se distraiu e deixou escapar aquele caldo meio esverdeado ou meio amarelado na tolha de banho, no lençol do berço ou mesmo na propria roupa porque sai em jato e sem mira. Certamente também ao ver o estrago pegou a peça suja e foi correndo lavar a parte afetada. E certamente percebeu a dificuldade que é tirar aquela cor linda da peça mesmo esfregando com muito sabao.

Eu fico me imaginando em cada troca de fraldas da Luísa, eu correndo pro tanque com aquele pacote esverdeado para lavá-lo o mais rápido possivel pra nao "impregnar" e ficar mais facil lavar mais tarde.

E a quantidade de água que eu ia gastar com tudo isso? Não acho ecologicamente correto aumentar o consumo de água. Meu consumo de energia elátrica também aumentaria e aumentaria o consumo de sabão em pó e amaciante. Não vou nem citar o espaço no armario pra guardar as fraldas limpas.

E pra mim, mais importante que tudo isso: o tempo com meus filhos diminuiria drasticamente e minha sanidade mental também porque eu ficaria louca de passar o dia tirando cocô de fralda, a menos que eu colocasse as crianças pra me ajudar a lavar a roupa e fizesse dessa tarefa um atividade lúdica.

Que me perdoe o meio ambiente mas é demais pra mim. Vou tentar colaborar de outra forma pra compensar as 20 fraldas descartáveis que jogo no lixo todos os dias.

PS: hj existem varias opções de fraldas de pano e eu selecionei alguns links pra quem tiver interesse. Não sou absolutamente contra o uso e até incentivo e parabenizo quem tiver esta disponibilidade.

http://www.babyslings.com.br/fraldas_de_pano_web.htm
http://www.naturkinda.com/fraldas.html
http://www.gpca.com.br/gil/art101.htm