Skip to main content

História de hospital

Eu sempre tento não traumatizar as crianças com chantagens do tipo: vai tomar injeção ou tem que ir pro hospital. Acho que a criança tem que ver de forma o mais natural possivel esta possibilidade de algumas vezes ter que tomar uma injeção ou no caso do Edu ter tido que tomar soro no hospital.

Mas desta vez tive que apelar para a "ignorância" e quando o Edu não queria comer ou se recusava a se hidratar eu dizia:

- tudo bem, então não precisa comer; nós vamos para o hospital tomar soro.

Era o bastante para ele aceitar um copo de suco ou um pouquinho de sopa.

______ X ______

Mas, quando não teve jeito fomos mesmo ao hospital e acabamos até nos divertindo por lá.

Enquanto eu tomava soro o Sergio ficou na sala de espera assistindo O Domingão do Faustão e eis que entra uma mãe desesperada com uma menina de uns 7 anos também desesperada. A menina tinha engolido uma pedra. Depois dos primeiros socorros, a familia ficou ali perto do Sergio aguardando o resultado dos exames que a menina fez e a mãe agora mais tranquila pergunta:

- Fulana, pode dizer a verdade pra mamãe: como você engoliu a pedra?
- Eu e a Beltrana estávamos brincando de equilibrar a pedra na lingua e a pedra desequilibrou e eu a engoli.

Agora me diz: dá pra descuidar de criança um minuto?