Skip to main content

Aniversário da Helena

Nem acredito que a minha menininha já está completando 2 aninhos!!! Tudo bem que ela esta entrando nos terrible two's e está me tirando do sério, mas mesmo achando que é dona do proprio nariz e que já pode fazer tudo sozinha continua uma graça de criança.

A Helena é uma menina muito independente e não quer ajuda pra nada. Tudo o que vamos fazer acaba demorando porque ela quer fazer sozinha: tirar e colocar a roupa, escovar os dentes, lavar as mãos, comer, subir no carro e fechar o cinto do cadeirão.

Ela adora escrever, recortar e fica horas folheando os livrinhos de historia. E vai virando as paginas e contando a historia. Também adora cantar, dançar, e brincadeiras de menina: meus sapatos, bolsa, boneca, celular, panelinha... Não pode ver um baton que já faz biquinho e qualquer coisa em forma de circulo ela coloca no braço como se fosse pulseira. Também adora brincar de dirigir; talvez influenciada pelo edu, e alem do barulho do carro ela faz "bibii".

Bastou balbuciar a primeira palavra pra achar que fala fluentemente o português e sai falando, falando, contando, explicando, pedindo e fica irritadíssima se não é entendida. Quando percebe que nao vão mesmo entender o que ela esta dizendo, pacientemente ela pega a mão do individuo desprovido de fluencia na lingua e mostra o que ela quer. Só falta perguntar se quer que desenhe.

O irmão mais velho corta um doze com ela: qualquer coisa que acontece ela me explica direitinho o que aconteceu e se as "palavras" não são suficientes ela faz gestos, encena perfeitamente o que aconteceu descrevendo a situação como ninguem; até a sonoplastia ela faz: pá, tum... se joga no chão; impossivel nao compreender.

Apesar de ser um pouco tímida em ambientes que não conhece quando se sente em casa perde totalmente a timidez. As visitas rapidamente se tornam amigos intimos com direito a sentar no colo, beijos, abraços e longas conversas na sua lingua particular. Todo mundo que passa na rua recebe um "Oi" todo sorridente e os desavisados que se aproximam do portão são bombardeados com sua conversa. Não preciso dizer que meu portão vive cheio de vizinhos conversando com ela.

Agora ela aprendeu que quando nosso portão faz barulho (e como faz barulho ao ser aberto - falta de oleo) é o papai querido que está chegando. Esteja onde estiver, ela para tudo pra receber o papai. E como adora esse papai sem limites que faz tudo o que eles querem.

Outra coisa que ela aprendeu foi identificar as motos que entregam comida; qualquer moto que passa na rua e buzina ela diz: papa e corre pra porta porque aqui é uma competição pra quem chega primeiro ao portão. É parece que ando comprando muita fast food aqui em casa.

O telefone é outra paixão dela. Tocou ela corre pra atender: - Oi!

E sabe que esta historia das crianças atenderem o telefone tem sido ótima!!! Eles atendem, quando é telemarketing os caras desligam ou não falam nada na esperança da mãe pegar o telefone da mão da criança. As outras pessoas todas conversam com eles e mandam chamar a mamãe. Faz tempo que não tenho que aguentar chateação por telefone.

Segunda feira ela começa na escolinha. Vamos mandar aos poucos pra ver a reação dela quando ficar sozinha. Ja estou com aperto no coração mas acho que vai ser bom pra ela.

Feliz aniversário minha bonequinha e que vc tenha muitos e muitos anos de vida com saúde e felicidade.