Skip to main content

A História de amor

Há muitos anos atrás, algo em torno de 1917, uma jovem portuguesa da cidadezinha de Belide (subdistrito de Coimbra) se preparava para o seu casamento. Ela tinha 19 anos e seu noivo estava terminando a construção da casa onde morariam. Eram 3 irmãs que se casariam com 3 irmãos e tudo corria muito bem até que um dia, colocando o telhado na casa o noivo tomou uma forte chuva, adoeceu e acabou morrendo de pneumonia.

A jovem noiva ficou arrasada e se trancou em seu quarto por mais de 30 dias. A única pessoa que entrava em seu quarto era o irmão caçula e mais ninguem. Passado este mês de luto, ela deciciu partir para Coimbra para trabalhar e encontrou emprego em uma residência muito chique da cidade. Pra se ter uma idéia, as correspondências eram entregues aos donos da casa em bandejas de prata.

Passados alguns anos, um conhecido da família foi servir o exército em Coimbra e a pedido da mãe da jovem, foi procura-la para saber noticias dela. Cada vez que tinha uma folga procurava a jovem antes de voltar a Belide. E assim, de visita em visita, meus avós paternos começaram namorar, se casaram e em 1926 meu avô chegava no porto de Santos. Em 29 minha avó chegou por aqui com a sua filha mais velha. Pra complicar minha vida, meu pai nasceu em solo brasileiro em 1930 e alguns anos mais tarde nascia meu tio.

Segundo meu pai e minha tia, o meu avô tinha verdadeira adoração pela minha avó. Eu me lembro de ter ido com meu avô visitar o tumulo dela e ficou marcado pra mim o choro dele sentado em seu túmulo e as palavras:

Ah Maria, Maria!

Inesquecível!

Infelizmente a outra parte da minha história não conheço em detalhes. meus avós maternos se conheceram num navio vindo ele de Portugal e ela da Itália. Eu sei que ele era casado e tinha uma filha mas como essa outra história de amor começou eu não sei ao certo. mas certamente foi uma linda história de amor.