Skip to main content

Posts

Showing posts from July, 2008

Tudo de ponta cabeça

Hoje enquanto a Helena brincava no computador com o cd rom do Coelho Sabido (ótimo pra idade dela) a Luísa no meu colo brincava com o mouse e eu lia as correspondências atrasadas que chegaram todas ao mesmo tempo. De repente, olho para o computador e vejo que tudo estava de ponta cabeça no joguinho. Levei um susto e como não conseguia nem mexer com o mouse desliguei o computador e liguei novamente na esperança de que tudo voltasse ao normal.

Agora sim levei um grande susto!!!! Tudo continuava de ponta cabeça. Não fazia a mínima idéia de quem tinha feito oque pra criar aquela confusão. Passei a tarde toda mexendo aqui e ali tentando resolver o problema com a grande dificuldade de que o mouse seguia a orientação da tela ou seja, estava tudo trocado.

Só agora, no final da tarde eu cliquei com o botão direito (pensando em clicar com o esquerdo) e vi uma opção: graphics options, depois cliquei em graphics properties, rotation e vi 180 degree assinalado. Colocando na posição normal tudo ficou…

Como está o berço do seu bebê?

Faz muito tempo que eu quero falar sobre algumas orientações que recebi do meu pediatra na primeira consulta de cada um dos meus filhos e agora com o caso do menino Gabriel, que morreu na escolinha eu resolvi escrever a respeito.

Durante a gravidez, nós pais, encontramos uma enxurrada de produtos super interessantes pra decorar o quarto do bebê. E é claro que o berço não poderia ficar de fora: são milhões de kits pra berço, um mais lindo que o outro e cada vez o número de peças que compoem o conjunto está maior, deixando os berços lindos mas cheios de perigos.

O pediatra dos meus filhos aconselha a não deixar nada solto no berço. Até os bichinhos de pelúcia podem causar sufocação em crianças pequenas; assim como travesseiros ou aquelas "balas" que sempre acompanham os kits mas que não podem ser amarradas.

Outro conselho legal é o de colocar a criança sempre no "pé" do berço e nunca com a cabeça na cabeceira. Colocando a criança com os pésinhos próximos ao "pé&quo…

Orações subordinadas

É muito legal acompanhar o desenvolvimento da fala nas crianças. Tudo começa com aquele ááááá, bá bá bá, má má má sem nenhum sentido aparente. De repente ao ver a sopinha a criança já é capaz de repetir sempre o pá pá e pra mamadeira ela diz má má. Na hora do desespero ela, a criança balbucia mãmã, mas não dá pra saber se ela queria mesmo chamar a mamãe ou pedir socorro. A Luísa está nesta fase e a cada dia ela inclui uma consoante no seu vocabulário, mas as sílabas ainda são repetitivas.

Com o tempo as palavras vão tendo significado para eles e tudo o que vc fala se torna interessante; é a fase do papagaio em que a criança tenta repetir tudo o que houve. Período muito perigoso este porque naquele HD vazio tudo vai sendo memorizado. Daí para as pequenas frases é um passo e você começa ouvir seu filho tentando repetir aquelas frases que vc fala o dia todo: "Vai deitar leo", "ai minha nossa senhora!!!", "vc acha isso certo???"

Até bem pouco tempo atrás a Hele…

Reforço Positivo

Eu não costumo ficar aqui falando muito dos defeitos dos meus filhos. De vez em quando eu comento sobre uma manha ou birra mas não gosto de ficar aqui lamentando as "imperfeições" deles; até porque eu acredito que influencio muito o comportamento deles e me sinto responsável por boa parte da falta de educação deles.

Na verdade eu acredito muito em um tipo de educação baseada no reforço positivo. Na minha família nós sempre tivemos aquela filosofia de mostrar os erros. As vezes a criança faz milhões de coisas boas, vai bem na escola, se comporta bem, é organizada, come de tudo mas faz xixi na cama e todo mundo se lembra do xixi e se esquece do resto. Como já sofri muito com este tipo de educação eu tento fazer diferente aqui em casa.

É claro que dou bronca, coloco de castigo, explico porque não fazer determinadas coisas e porque fazer outras. As crianças já sabem que algumas coisas podem fazer sempre, outras podem fazer de vez em quando e algumas coisas não podem fazer NUNCA. E…

Batizado da Luísa

Hoje foi o batizado da Luísa e ela se comportou muito bem. Durante a missa ficou "conversando" com um outro menino que também foi batizado. Nós estávamos atrás dele e quando ele "falava" alguma coisa ela "respondia" em seguida. Pena que o menino dormiu e na falta de interlocutor ela começou participar da missa: quando o padre falava ela ia respondendo e quando todo mundo cantava ela acompanhava.

Na hora do batizado (que foi após a missa) ela estava exausta mas continuou acordada e não se incomodou nem um pouco com o padre, nem com o óleo e só ameaçou chorar na hora da água porque escorreu um pouco no olhinho dela.

Enfim, foi muito bom e tranquilo.


PS: Por coincidência o padre da paróquia da minha mãe é canadense e apesar de morar no Brasil há muitos anos, ele ainda tem muito sotaque e os paroquianos vivem reclamando que não dá pra entender o que ele fala. No batizado da Helena, nós estávamos nos preparando pra entrar com o processo e quando falamos para o pa…

Mal entendido

Certa vez o Sergio recebeu uma mensagem no celular falando alguma coisa do tipo "obrigada pela noite inesquecível". Sabiamente, a primeira coisa que ele fez foi me mostrar a mensagem e já deixou o celular comigo pra eu resolver o que eu queria fazer com aquela "situação".

A princípio eu não ia fazer nada mas depois da terceira ou quarta mensagem eu resolvi retornar a ligação e quem atendeu o celular foi o MARIDO da fulana que estava mandando as mensagens. Com minha discrição a toda prova eu pedi que ele avisasse a dona do celular que ela estava enganada e mandando mensagens para o celular do meu marido e final da história.

Nós nos esquecemos totalmente desta pequena ocorrência até que um incidente parecido aconteceu com um conhecido nosso. O único detalhe é que a esposa dele não foi tão compreensiva e ele está passando maus bocados enquanto não consegue convencê-la de que tudo não passa de um mal entendido.

E vc, o que faria? Ficaria tranquilo(a) ou o seu cônjuge e…

Eu e...

Eu e a betoneira: estava eu tranquilamente dirigindo na pista da direita emparelhada com uma betoneira. Quando vi que havia um carro estacionado na pista em que eu estava, eu acelerei um pouco e entrei na frente dela pra desviar do carro parado mas voltei pra faixa da direita assim que passei por ele. Na frente do carro haviam dois policiais mas nenhuma viatura. Quando vi, a betoneira bateu no meu carro quebrando o vidro do, amassando as duas portas e ainda um pouco da lataria do carro. Desci, olhei se estava tudo bem com as crianças e fui pegar os dados do motorista da betoneira. Os dois policiais se aproximaram, peguei o telefone da empresa, os dados do caminhão e do motorista e fui pra casa. FizBO e liguei pra empresa pra conversar sobre o que fazer e fiquei sabendo que o motorista da betoneira, no seu BO, disse eu bati na betoneira porque estava tentando fugir de uma blitz. Blitz???? Mas não tinha blitz nenhuma!!!!???? Bom, seja lá como for a empresa (CamargoCorrea) resolveu acion…

Férias

Como é bom estar de férias!!! Acordar e poder ficar no sofá vendo TV ou dar uma passeada pela internet com calma e tranquilidade. Ter tempo pra ler, fazer trabalhos manuais, preparar uma comidinha gostosa e saudável pra família e conseguir resolver todas as pendências que com férias ou não aparecem em casa.

Só agora, com a chegada do mês de julho eu pude ter noção do quanto é bom estar de férias. Mas a partir do dia 29, as aulas recomeçam e eu estarei de férias novamente!!!!

E haja imaginação até lá pra manter a criançada ocupada. Aqui o dia tem começado um pouco mais tarde, ao invés de 6:30 da manha para as crianças, tudo começa as 8:00, mas o pique é total desde a hora que todo mundo sai da cama. Pra completar eles resolveram não dormir a tarde e a correria vai até as 9:00 (porque eu cai na besteira de prometer pro Edu que nas férias ele poderia ver o desenho
Charlie e Lola).


Tenho tentado mante-los ocupados porque criança sem atividade é briga na certa e até que tem dado certo; ao me…