Skip to main content

Ultimos passos: taxa final e passaportes


Como já deve ter dado pra perceber a coisa por aqui está na maior correria e não tenho tido tempo pra nada. Junto com as férias escolares das crianças tive as férias forçadas do marido e homem em casa e falta de tempo são sinônimos. Não que meu maridinho me atrapalhe mas ele exige uma certa atenção e acreditem: morre de ciúmes do blog.

Após os exames médicos muita coisa aconteceu e começamos o ano com visitas maravilhosas, aniversário dia 06 (o meu!!!!) e um presente super especial no dia 08: o tão sonhado PEDIDO DOS PASSAPORTES!!!!!! Poderia ter sido melhor??????

Fizemos o pagamento da taxa final para o aplicante principal (Sergio) e esposa (eu) e lá se foram mais R$1800,00. Hoje fui entregar os passaportes no Consulado e a moça que me atendeu já me adiantou que esta semana ficam prontos.

Teria sido tudo muito rápido e eficiente se eu não tivesse perdido o retorno da marginal pinheiros e me perdido completamente nela. Em determinado momento eu vi uma placa indicando PARELHEIROS e decidi parar pra perguntar. Pra quem conhece São Paulo, eu consegui chegar naquele pedaço da marginal onde os dois sentidos ficam do mesmo lado do rio. Só neste pedaço eu consegui organizar as idéias e voltar para o sentido correto.

Confesso que sentido correto, pra mim, não significa caminho correto e eu consegui errar novamente e fui parar no Shopping Morumbi e só então consegui chegar facilmente ao Consulado.

E então, no estacionamento eu consegui me perder também. Sai do carro e não olhei onde estava estacionada e depois de ter entregado os passaportes eu não conseguia encontrar meu carro. Sem exagero, eu fiquei rodando no estacionamento por uns 30 minutos e quando já estava cansada da caminhada resolvi ir até a saída e tentar refazer a pé o caminho que percorri quando entrei no estacionamento. Só assim consegui encontrar o meu carro.

Mas agora tudo é festa!!! O alívio é tão grande que posso dizer que me diverti muito andando feito uma barata tonta pelo estacionamento do prédio, mais um pouco e eu já poderia voltar pra pegar os passaportes, rs.