Skip to main content

Overdose de inglês


Definitivamente estou adorando o curso de inglês. É uma forma bem diferente de ministrar as aulas mas o professor é maravilhoso!!! Foram 2,5 horas de aulas todo dia e como cada um vem de um país não tem aquela históra de conversas paralelas no seu idioma de origem: é o tempo todo todo mundo falando inglês.

O professor além de muito experiente é também muito culto, conhece muitas coisas e enriquece demais as discussões. Sem contar que ele adora o Canadá e nos dá muitas dicas de como se introsar na cultura canadense; como conversar, coisas que eles gostam e não gostam que os imigrantes façam e, claro, dicas sobre como falar.

Quando eu perguntei a ele qual a melhor maneira de estudar o conteúdo das aulas em casa ele me disse pra eu ler muito (jornais, revistas, livros, internet), assistir muita TV, em especial entrevistas e noticiário, ouvir radio. Tentar ver a mesma notícia várias vezes em veículos diferentes e perceber que muitas palavras se repetem. Segundo ele esta é a melhor maneira de aumentar o vocabulário.

Nas aulas nós conversamos muito, mas também lemos jornal e textos. Ele diz que o vocabulário é muito importante mas que a entonação também é essencial para uma boa comunicação. Pra nós que com a mesma sequência de palavras fazemos interrogações e afirmações é fácil entender o que é isso, mas muitos colegas sofrem bastante com esta história.

Este professor (tão maravilhos!!!, rs) nasceu na India mas veio para o Canadá ainda muito pequeno. Ele conhece muito sobre a cultura indiana (é logico) mas também sobre toda aquela região chegando até o Japão. As aulas acabam sendo também de história daqueles povos, falando principalmente das origens daqueles idiomas que muitas vezes achamos tão diferentes entre si.

Talvez eu não consiga melhorar muito a minha fluência mas já estou ganhando muito com tudo o que tenho aprendido nestas aulas que passam voando e deixam sempre um gostinho de quero mais.

É bem verdade que eu saio da aula exausta e muitas vezes fico com uma sensação de frustração porque ouço, entendo o que ele diz e apesar de tudo parecer muito simples, eu não consigo falar. Mas eu tento pensar sempre em uma frase que ele disse certa vez:

"O outro lado de um problema é uma oportunidade".

Acho que esta frase cabe perfeitamente para todos os desafios que temos quando chegamos em um novo país, ou mesmo em uma nova cidade. Começar de novo é difícil mas pode nos enriquecer muito, basta olhar os problemas com outro olhos.

O Sergio também está bem satisfeito com o curso e parece que vai aproveitar bastante. Quem quiser ver a opinião dele basta clicar no nome, rs.