Skip to main content

Dia a Dia

E aos poucos vamos entrando na rotina. A parte burocrática já esta quase toda feita e já podemos começar a pensar a longo prazo. Não que isto signifique calmaria porque sem empregada a correria é constante. Sem contar que sempre aparece algum compromisso extra pra nos tirar da rotina.
Pra minha sorte o maridinho faz o possível pra me ajudar em tudo o que pode. É bem verdade que sempre tenho que dizer o que é pra fazer e ele ME AJUDA, dá pra entender a diferença? Mas nem posso reclamar porque na medida do possível ele faz tudo certinho e tenta seguir o padrão Marilena de qualidade (palavras dele, rs).
Infelizmente ainda não posso me gabar de ter uma casa organizadinha porque as crianças na falta de mais espaço acabam espalhando os brinquedos pela casa toda. O que estou fazendo para amenizar a bagunça é a estratégia do multirão: todo mundo participa e até nos divertimos.
Geralmente quando chego do curso de inglês a sala está parecendo um campo de batalha. Quando o Sergio interfona pra eu abrir o portão, eu falo para as crianças que precisamos guardar tudo antes do papai chegar no apartamento. Imagine a correria que não vira pra conseguir guardar tudo. As crianças ficam parecendo a menina do Big Comfy Couch. Eu assistia muito este programa quando estava em Atlanta e agora as crianças também assistem sempre. E quando o Sergio chega no ape já está quase tudo guardado e todo mundo ofegante.
É legal constatar que tudo-muda-e-nada-muda. Os pequenos probleminhas do dia a dia vão aparecendo e a gente vai contornando como pode.
Os dias estão se tornando mais longos e cada vez fica mais difícil convencer as crianças que apesar do dia claro, já está na hora de dormir. Mas para nós, adultos, também é complicado. Acabamos jantando cada vez mais tarde e indo pra cama depois da 1 da manhã. O problema é que pra levantar o relógio é implacável e levantamos como zumbis.
As temperaturas estão subindo e parece que só agora a primavera chegou por aqui. Tem muito mais gente nas ruas, muita gente arrumando seus jardins e a cada dia uma surpresa nova nos caminhos que eu faço. É aquela sensação boa de recomeçar. O ano deveria começar nesta época, junto com esta renovação que começa nos jardins e toma conta de todos nós.
Pra ilustrar, aqui vão algumas fotinhas da família (em especial das crianças). Boa oportunidade para me conhecer, rs!!!