Skip to main content

Terra Santa


Uma das poucas lembranças que tenho do meu avô paterno foi de uma conversa que tivemos quando eu tinha uns 13 anos e ele estava me falando de como era a cidade onde ele nasceu em Portugal. Me lembro nesta conversa dele falando que ao chegar ao Brasil ficou maravilhado com aquela "Terra Santa" onde basta se jogar as sementes no chão para elas se desenvolverem.

Mais ou menos como ele, eu tenho andado maravilhada com esta outra "Terra Santa" onde as plantas têm poucos meses para nascerem, crescerem, darem frutos e perpetuarem a espécie. Elas não têm muito tempo pra ficar se espreguiçando a aproveitando o sol da manhã; precisam ser rápidas e precisas para conseguirem chegar à próxima Primavera.

Há 4 meses atrás não parecia que hj teríamos tanta abundância de flores, folhas e frutos em todos os jardins. E todo mundo trabalhando intensamente porque é agora ou nunca.

De certa forma os colonizadores precisaram ser assim também: não havia lugar para acomodação. Eu sempre fico pensando naquelas pessoas que chegaram aqui há mais ou menos 500 anos e conseguiram naquelas condições da época transformar o país do gelo no que é hoje. Eu acredito em uma teoria de que as facilidades nos acomodam e impedem o nosso desenvolvimento.

Infelizmente os seres humanos só dão valor àquilo que não têm. Meu avô ficaria inconformado de ver a cidade de São Paulo toda cimentada. Quintais enormes privilegiando pisos e ardosias. O meu próprio quintal era assim: depois de muita discussão eu consegui convencer o pedreiro a quebrar o concreto para fazer um jardinzinho: consegui 1m² de terra.

Aqui no Canadá, depois de meses de paisagem monocromática todo mundo está ávido por colorir o seu quintal; cada um tentando deixar seu jardim mais bonito que o do outro, rs. E a natureza agradece!

PS: O governo de Ontário proibiu o uso de agrotóxicos na província e então ninguém consegue mais comprar. Nosso landlord está furioso porque agora ficou bem mais complicado segurar as pragas e muitas das nossas plantas estão com problemas. Apesar dos pesares eu ainda estou a favor da província e acreditando que esta medida será benéfica para todos nós.