Skip to main content

Casa Loma


Hoje foi o dia de conhecer a Casa Loma: um dos pontos turísticos da cidade de Toronto. O casal Henry e Mary Pellatt eram os proprietários e as obras começaram em 1911. O lugar é lindo e a casa mais se parece um castelo. O nome Casa Loma significa em espanhol "casa no topo da colina" e custou na época mais ou menos 3,5 milhões de dolares.

Eu particularmente acho o valor do ingresso um pouco caro demais pela atração: $18.00 para adultos e $14.00 para crianças a partir de 4 anos. De qualquer forma eu sempre acho que vale a pena.

As crianças gostaram muito e quiserem explorar cada cantinho da casa. Fazia tempo que eu não subia tantas escadas!!! Tem uma parte no terceiro andar onde tem umas coisas relacionadas às grandes guerras e que eu achei que não tinham muito a ver com a casa. Mas adorei a parte de arquitetura, os salões, os quartos, os móveis. Tinha uma sala muito bonita, muito bem decorada que até parece um pouco com alguns móveis que vemos pra comprar por aqui, rs.

As camas me pareceram tão pequenas que eu acho que o Sergio ficaria com os pés pra fora, rs. E eu me apaixonei pelo orgão no andar principal. Sabe aquele tipo de pipe organ (não sei o nome em português) muito comum em algumas igrejas. Em São José do Rio Preto tem um destes na igreja Matriz e eu acho lindo!!!

A biblioteca também era maravilhosa. Tudo bem que tem muitos livros de mentira (estatuas como disse o Sergio, rs) e provavelmente os livros que estavam lá não eram da época, alem disso a sala está sem moveis, mas deu pra imaginar como era maravilhosa nos áureos tempos. E a biblioteca abre para um jardim de inverno que também devia ser maravilhoso.

Os tetos são uma coisa à parte. É claro que não dá muito pra saber o que é original e o que foi feito depois, mas de qualquer forma tem uns lustres enormes e o teto todo trabalhado.

Segundo a história, o senhor Henry tinha dois terrenos, um de cada lado da rua e a prefeitura não permitiu que ele fechasse a rua para interligar os dois e então ele construiu um túnel para interligar os dois terrenos. O túnel é bem longo e alem de escuro, é bem úmido. É impossivel não tentar assustar seus companheiros lá dentro. Eu li um monte de gente falando de vozes e passos que ouviram lá dentro mas eu na verdade só ouvi a minha imitação de coyote, que as crianças morrem de medo mas adoram, rs.

Do outro lado do tunel tem o antigo estábulo e um outro lugar onde parece que ele cuidava das plantas. Alem do local onde era feito o aquecimento da casa. A casa ainda tinha no basement uma piscina coberta (que está vazia, é claro) e uma adega bem mediocre pelo tamanho da casa, rs.

Pra finalizar demos uma volta pelo jardim e eu já exausta comecei a implorar para irmos embora, rs.

Não vou dizer que seja um lugar para se voltar várias vezes mas acho que sempre vale a pena conhecer. Nem que seja pra pensar na ostentação daquela casa na época em que foi construída, rs.