Skip to main content

E as aulas recomeçaram

Enfim, depois de um longo e maravilhoso verão canadense, estamos entrando de novo na rotina e tentando se organizar.

Hoje foi o primeiro dia de aulas do Edu e como de costume, a família inteira foi pra porta da escola dar tchauzinho. Como as meninas estavam de pijamas ainda, eu acabei indo sozinha com o Edu até o portão. Ele estava muito nervoso: ao mesmo tempo que queria que eu fosse embora para a aula começar logo, ele também nao queria ficar sozinho naquele ambiente onde ninguem falava a lingua dele.

Assim que vi a professora, fui apresentá-lo e ela já sabia que ele não falava inglês. Ela foi muito simpática e atenciosa. Todas as professoras ficaram ali no patio recebendo os alunos por uns 10 minutinhos e em seguida eles formaram uma fila indiana e foram para suas salas. Pra variar o Edu não deu trabalho nenhum. E pra falar a verdade, ninguem deu. É muito interessante ficar observando o relacionamento dos pais com os filhos por aqui. Não vi nenhuma criança chorando ou no colo da mãe sem querer entrar. No Brasil o primeiro dia de aulas era uma novela mexicana e alguns alunos reprisavam o dramalhão por varias semanas. Aqui parece que é bem mais tranquilo.

A única pessoa que eu vi chorando foi uma mãe brasileira, muito manteiga derretida que quando viu seu filhinho todo contente acompanhando a professora se emocionou e caiu no choro: um micão e tanto na frente dos outros pais!!! Ainda bem que o Edu não viu!!!

Ainda estamos tentando entender como funcionam as coisas na escola, mas estamos realmente apaixonados. A escola é bem pequena e simples, mas é linda!!!! O sinal toca as 8:45 mas eu posso deixar o Edu no patio a partir das 8:30. O horário de saída é em torno de 3:20 e eu devo pegá-lo no patio.

O que ainda me causa um pouco de estranhamento é o fato de ser tudo aberto, ou seja, não tem portão, nem grade, nem correntes e cadeados. No mesmo local onde eu o deixo e pego, fica o playground onde ele brinca no intervalo. Ele tem dois intervalos curtos de 15 minutos cada e o horário do almoço que deve ser de 45 minutos. Eu poderia pega-lo para almoçar em casa, mas conhecendo meu filho eu resolvi deixa-lo pra comer na escola, então tenho que mandar o almoço.

Nesta escola não tem professor especial para crianças que não falam inglês. Eu até fiquei meio preocupada no inicio mas quando fui busca-lo fiquei mais tranquila porque uma coleguinha de classe dele é brasileirinha. Conversando com a mãe da menina eu descobri que já a conheço via internet. Participamos por algum tempo de um grupo de discussão sobre o Canadá e eu acompanhava o blog do marido dela.

O Eduardo recebeu uma agenda muito legal que custará $6.00 (seis dolares). Na sexta feira eu fui buscar a lista de materiais e descobri que não tem lista: tudo o que o Edu vai precisar a escola provem. Ele só deve levar alguma coisa se quiser um lápis diferente ou alguma outra coisa que ele goste. Em pensar que eu recebia uma lista de material kilométrica na antiga escola brasileira e a agenda da escola era mais simples e bem mais cara, rs.

Recebemos varias circulares e folhetos explicativos sobre como funcionam as coisas. Em um destes folhetos eles falavam um pouco do método de ensino e que este ano as classes são combinadas. A classe do Edu é uma classe grade 1/2. E o grade 3 é combinada com o grade 4. Ainda não tenho detalhes de como isto vai funcionar. Pra quem quiser mais informações este link explica direitinho como vai funcionar. Esta será a minha lição de casa amanhã.

Enfim: não tem coisa melhor do que ver seu filho sair todo alegre da escola no primeiro dia de aula e correr para os seus braços. Não sei se eram saudades ou ele estava me agradecendo por te-lo levado à escola. Não importa. O importante é que ele está super feliz!