Skip to main content

Escola do Eduardo

A semana passada fomos convidados para visitar a escola do Eduardo. Fomos até a classe dele e conversamos muito com a professora.

Como muitos pais não foram tivemos muito tempo para conversar com a professora sobre o desenvolvimento do Edu. Ela foi toda elogios para ele. Segundo ela, ele começou aprendendo um palavra por dia e agora, após três semanas de aula, já entende praticamente tudo o que ela pede e já consegue formular frases completas também. Neste tempo ele teve muita ajuda de uma brasileirinha que está na mesma classe e que o ajudava traduzindo o que ele dizia ou explicando as coisas a ele.

O método da escola parece ser mesmo construtivista ou muito próximo disso. As salas sao separadas umas das outras por paredes mas a face voltada para o corredor é totalmente aberta. As salas são muito coloridas, com muitas coisas feitas pelas crianças coladas nas paredes. Uma coisa que eu sinto aqui é que existe uma grande preocupação com a socialização e um trabalho forte direcionado para auto estima e respeito às diferenças. E em um país de imigrantes, inclusão é tudo de bom, né?

Uma coisa que nos surpreendeu no primeiro dia de aula foi descobrir que a classe do Edu tem crianças do grade 1 e do grade 2 juntas. Este é um programa do governo de Ontário chamado Combined Grades. Ainda não sabemos exatamente como funciona mas todas as classes da escola são classes combinadas: grade 1/2, grade 2/3, 3/4 e 4/5.

O ênfase para a leitura continua aqui em Toronto como era em Mississauga. Todo dia o Edu traz um livrinho para lermos com ele. Depois anotamos o nome do livro em uma lista e o objetivo é que ele leia 100 livros este ano. Além deste livro, eles mandam toda semana dois livrinhos relacionados às letras que eles estão estudando na semana. Esta semana são as letras P e T. Eles estudam o som e as palavras que têm as letras e nós damos um reforso em casa.

A escola também tem reforso para leitura aos alunos que estão defasados. O Edu não está participando do programa ainda porque ainda não fala inglês. Mas para quem já fala, uma professora fica meia hora todos os dias com cada aluno do programa individualmente. E mais livros para ler em casa...

Na nossa região também tem uma professora de ESL (english as a second language) que entrevista os alunos recem chegados e os pais. Depois ela auxilia estes alunos no aprendizado da lingua. A professora que nos entrevistou nos disse que o Edu está aprendendo muito rápido e que provavelmente não terá nenhum problema. Como a demanda é grande eles dão preferência para crianças de grades mais avançadas, mas é bom saber que se o Edu tiver algum problema vai ter alguém para nos auxiliar.

Nós recebemos também uma lista de revistas que podemos assinar com valores bem mais baixos do que em uma assinatura normal. Cada assinatura que fizermos a escola ganha $10.00. Já estamos dando uma olhada e escolhendo algumas revistas. Se vcs estiverem querendo assinar alguma revista vale a pena dar uma olhada. O código da Escola do Edu é 9320 e a professora é a Mrs Durzi. Desde já nós agradecemos!!!!

Por enquanto o Edu está gostando de tudo e com sua "timidez" já conhece todo mundo. Aliás a professora disse que ele já conhece também as outras professoras e crianças de outras classes. As vezes ele reclama que não falou alguma coisa para um colega porque é tímido, rs, rs, rs... E eu fico imaginando se ele não fosse tímido como seria!

Como ele não conta muitas coisas que faz na escola eu tenho que ir descobrindo nos pequenos comentários que ele faz. Há algum tempo atrás eu li alguma coisa sobre uma programa que as escolas de Vancouver faziam de prevenção de Bullying. No programa, mães levam bebês para passarem algumas horas com as crianças como uma forma de criar um vínculo das crianças com crianças menores.

Não sei se o mesmo programa acontece na escola do Edu mas o fato é que tem um bebê que vai todos os dias na escola e as crianças brincam com ele no intervalo.

A semana passada também teve a Terry Fox Run, em homenagem a um rapaz chamado Terry Fox, que teve uma perna amputada devido a um osteosarcoma e tentou fazer uma corrida de costa a costa do Canadá para angariar fundos para pesquisas contra câncer. Infelizmente ele não conseguiu completar a corrida mas ainda é muito famoso por aqui e todo ano em setembro, é feita a Terry Fox Run com o objetivo de arrecadar fundos.

Eu, o Sergio e as meninas participamos junto com os alunos da escola do Edu em uma caminhada de mais de 2 km aqui pelas redondezas. Foi bem divertido e o Edu adorou nos ver ali. Temos que aproveitar enquanto ele quer que participemos.

Como deu pra ver, só a escola já me consome um bom tempo do dia. Mas eu não tenho do que reclamar porque adorei o lugar e o Edu está super feliz também; que é o que verdadeiramente importa.