Skip to main content

Liberal, libertário, libertino

Por muito tempo eu acompanhei um blog com este nome. Já faz algum tempo que não entro nele mas acho o nome muito interessante. Desde que fomos para os Estados Unidos em 2004, eu e o Sergio temos uma brincadeirinha sobre liberdade.
Quando eu pergunto se posso fazer alguma coisa ele sempre responde: "este aqui é um país livre, Lena". É uma frase muito usada pelos americanos mas que muita gente, mesmo os próprios americanos, muitas vezes não conseguem entender direito.

Acho que eu demorei um pouco pra descobrir o verdadeiro significado da palavra liberdade, e hoje, mesmo que digam que liberdade não existe e que na verdade eu sou induzida a acreditar que tenho liberdade pelas forças manipuladoras (rs, rs, rs), eu me considero uma pessoas com muita liberdade. E melhor, morando em um país livre.

Na verdade estou falando tudo isso porque com o início das aulas muitos pais começam a discutir qualidade de ensino, a melhor escola para colocar os filhos, se as escolas católicas são melhores que as públicas (ambas gratuitas em Ontário)... e a frase que eu mais ouvi até agora foi:

"Vou colocar meus filhos na escola católica porque a escola pública é muito liberal".

Calma, não estou citando ninguem em especial, porque na verdade vários leitores do blog me disseram esta frase, e muitos outros amigos fora da internet disseram a mesma coisa. Parece que esta é uma grande preocupação dos brasileiros por aqui e também de outros latinos.

E eu fiquei super confusa porque uma coisa que eu prezo muito é exatamente esta história de ser liberal. Não sei se é por causa da minha vida escolar que de liberdade não teve nada: estudei em escola pública na transição da ditadura e depois em escola católica ultra conservadora no colegial (ensino médio para os mais novos, rs). Sempre achei o ambiente escolar um lugar autoritário, opressivo, onde as crianças se sentiam constantemente ameaçadas por professores inimigos.

Dá pra contar nos dedos de uma só mão os professores legais que eu tive; compreensivos e que tinham prazer em ensinar. Como a vida escolar do Sergio não foi mais prazeirosa que a minha (nem sei como ainda insistimos em estudar mais 10 anos após o colegial) nós sempre nos preocupamos com a escola das crianças. Não bastava ter qualidade, tinha que ter um método mais liberal, e de preferência laico (eu fico de cabelo em pé quando as escolas misturam religião com educação!).

Apesar da constatada qualidade do ensino canadense, eu sempre me preocupei muito com o método por aqui. Até agora ninguem conseguiu me explicar que linha as escolas daqui seguem. Alguns dizem que é construtivista mas ainda não sei. O que sei é que todo mundo tem medo porque as escolas são ditas liberais, seja lá o que isso signifique.

Quando comentei com uma conhecida onde o Edu ia estudar este ano ela me disse: "Esta escola é ótima!!! Ela não é tao liberal como as outras; ela é mais família".

Devo confessar que achei a descrição muito engraçada. Quer dizer que liberdade não é uma coisa de ambiente familiar? Hum, preciso rever os meus conceitos, rs, rs, rs.

Então eu queria que as minhas conselheiras espalhadas pelo mundo me ajudassem a entender:

- Por que uma escola liberal não é legal?
- O que quer dizer "escola liberal demais"?
- Será que um ambiente liberal pode transformar os meus filhos em jovens libertinos? rs, rs

Eu não sei a resposta, mas gosto da idéia de liberdade. Gosto de deixar as crianças escolherem, gosto que eles participem das decisões sempre que possivel. Gosto quando eles fazem as coisas por consciência, por acreditar que aquilo é o certo e não por medo ou por obrigação. Sempre procuro conversar e explicar o porquê de tudo e ensiná-los a decidir por si, a pensar e entender que pra toda ação existe uma reação.

Não tenho dúvidas de que este é um caminho mais difícil, mais trabalhoso, que requer muita paciência e muita saliva. As crianças questionam, discutem e não aceitam respostinha pronta. Pra tudo eu tenho que ter uma explicação e muitas vezes tenho que voltar atrás da minha decisão para ser justa e coerente.

Por isso me atrai muito esta idéia de que as escolas públicas canadenses são liberais. Acho que vai ser muito bom meus filhos crescerem em um ambiente assim, sem tabus e preconceitos. Será que tem mais alguma coisa neste liberal que eu não sei? Por favor me contem porque não vi problema nenhum nisso.