Skip to main content

Parabens Eduardo


E o Eduardo está completando mais um ano de vida: 6 aninhos!!!

Este está sendo o seu primeiro aniversário aqui no Canadá. Ele passou o ano inteiro perguntando se ia nevar no aniversário dele. Apesar da previsão de neve para hj, tivemos um dia chuvoso, mais parecendo o inverno de São Paulo. Infelizmente não pudemos fazer muita coisa porque todo mundo está meio gripado por aqui, mas ele está super feliz com o presente que ganhou: uma grua mais alta que ele, rs. As meninas também gostaram do presente e todo mundo se divertiu muito e brigou muito também, o dia todo.

Este ano foi muito intenso e de muitas mudanças na vida do Edu. Ele teve que enfrentar a mudança da lingua, do país, deixar os amigos e familiares e ter que recomeçar do zero o seu próprio network. Imagino que tenha sido dificil a princípio mas ele encarou tudo com tranquilidade e já está perfeitamente adaptado.

Como fala muito durante o sono, já deu pra perceber que ele sonha sempre em inglês e também já começou a corrigir minha pronúncia. Quando eu não consigo falar corretamente uma palavra ele morre de rir e fica tentando me ensinar.

Já começou a ler algumas frases simples e está animadíssimo com os números. Vive contando e fazendo continhas. Também gosta muito de assuntos relacionados a animais, plantas e ao corpo humano. E tudo nas duas linguas: mesmo estando ansioso para aprender o inglês, ele nunca deixou de querer aprender o português e assim nós vamos traduzindo de uma lingua pra outra o tempo todo.

Hoje de manhã eu percebi que seu primeiro dentinho está molinho. Ele passou o dia mexendo nele e morrendo de medo de engoli-lo ou perde-lo; afinal de contas, ele precisa colocar o dentinho embaixo do travesseiro para a "fada do dente" vir lhe trazer uma moedinha quando ele dormir.

No início do ano ele vai fazer aulas de futebol (soccer) e aulas de patinação. Não preciso dizer que ele está literalmente contando os dias. Por enquanto eu me livrei do tal jogo de Hockey, que apesar de muito bonito de se assistir, é violento demais para uma mãe querer ver seu filho em quadra.
Parabens, filho!!!