Skip to main content

4 aninhos da Helena

Hoje a nossa bonequinha está completando 4 anos; e o que dizer desta menininha.


A Helena já veio ao mundo decidida. Estávamos esperando-a para final de janeiro e no dia 17 fui fazer uma consulta de rotina e o médico ficou meio preocupado porque parecia que o coração do bebê estava meio desacelerado. Fomos correndo para a maternidade para fazer um exame. Meu maridinho ficou tão preocupado que não conseguiu dirigir; eu fui dirigindo, rs.


Fizemos o exame e deu tudo normal. Quando o médico nos liberou e eu fui me levantar para ir pra casa senti a primeira contração. Fraquinha, curta mas senti que tinha chegado a hora de conhecer minha menininha. Em poucos minutos o médico também começou acreditar que meu bebezinho ia nascer. E então começou a correria...


Já tinha passado das 11 da noite quando o Sergio saiu da maternidade, tomou um lanche no Mc Donald's que estava fechando e foi pra casa buscar minha mala. Enquanto isso eu fui para a sala de parto. E as contrações foram aumentando, e foram aumentando, e foram aumentando, então o médico me disse:


- Liga para o Sergio porque eu acho que não vai dar tempo!!!


Quando falei com ele, ele ainda estava perto da minha casa e então começou o desespero!!! Mais ou menos a 1 da manhã o Sergio chega todo tranquilo e já entregam pra ele a "roupa cirúrgica" e avisam que o bebê já estava nascendo. Enquanto isso eu estava me contorcendo de dor e me preparando para a anestesia.


Á 1 e meia a Helena nasceu: linda e sem nome!!!  Ficamos 3 dias indecisos, sem saber qual nome colocar da nossa listinha e a maternidade inteira me cobrando: só o bercinho dela não tinha nome, rs. Mas de repente, no último dia, nós decidimos que ela tinha cara de Helena e não me arrependo: ainda adoro este nome!


Ontem nós fomos comprar um presente de aniversário e eu acabei me estressando muito (depois eu conto porque, rs), mas ela ficou super tranquila. Ela não liga pra estas coisas, ela adora o que tem e não exige muito mais. Com este jeitinho de não ficar pedindo mundos e fundos acabou ganhando varias coisas que eu sei que ela gosta: dois quebra-cabeças de 48 peças, um quebra-cabeças do alfabeto da Dora que ela amou e um porta joias com gavetinhas e milhões de pedrinhas para decorar como um mosaico. Ainda comprei uma tela para bordar com linha para ela e para o Edu.

Muita gente gosta de dizer que o filho do meio sempre é mais problemático, mais ciumento, mais inseguro e muitas outras coisas. Eu particularmente sou contra estes "personagens" que as pessoas gostam de colocar na gente. E tenho sempre observado muito as crianças para não deixar que elas assumam estes papeis que tentam colocar nelas.

Observando a Helena eu vejo uma menina muito tímida, que adora participar de tudo mas não gosta de ser o centro das atenções, ainda assim não deixa de fazer as coisas que quer. Geralmente no inicio de uma nova amizade ela fica grudada em mim ou no pai e tem uma certa dificuldade na hora da separação, mas se ela quer realmente fazer algo, rapidinho ela se solta.

Ela costuma não brigar muito, gosta de negociar e sabe ceder e ter paciencia de esperar. As vezes eu ficava preocupada porque achava que as outras crianças a faziam de bobinha. Hoje eu mudei a minha opinião: atrás do seu jeito quietinho e apaziguador, ela vai envolvendo e sempre acaba conseguindo o que quer.

Helena é muito carinhosa e atenciosa; está sempre atenta a tudo o que esta se passando ao seu redor e quando vc pensa que ela estava distraída assistindo seu desenho favorito, ela vira e solta um daquelas comentários de quem ouviu a conversa inteira e formulou uma opinião a respeito.

Parabens filhinha. Prepare-se porque este ano ainda te reserva muitas mudanças e muitas emoções, mas eu fico tranquila porque sei que vc está preparada.