Skip to main content

Cadê o frentista simpático???

Quando eu pensei que estava livre das caronas do marido e do medo de ser pega pela polícia sem carteira de habilitação canadense, outro problema surgiu: eu vi a luz da reserva do tanque de gasolina acender.

Por aqui não tem muito aquela história do frentista simpático que vem abastecer e enquanto o tanque enche, ele vai limpando os vidros e perguntando como está o óleo. No posto de gasolina continua a história do faça vc mesmo e eu nunca tinha abastecido sozinha antes.

Desci do carro com o fiscal (leia-se marido) do lado e fui tentar pela primeira vez. E a minha primeira vez tinha que ser em condições adversas, o que no Canadá significa frio pra caramba!!! E fica aquela dúvida: será que eu consigo fazer isso de luvinha? Mas se eu tirar a luva vou ficar com a mão congelada!!!

Frescura!!! Abastecer é a coisa mais facil do mundo e pode ficar de luvinha que até ajuda pra abrir o tanque. Só não pode esquecer de pegar o recibo do cartão de crédito no final.

O legal é a esponja com água que eles gentilmente deixam por alí para vc limpar os vidros "by yourself". Eu imagino que quando ela está descongelada funcione super bem!!!

Agora sim eu posso dizer que estou independente do marido de vez!!! Bom, quer dizer, ainda preciso treinar um pouco melhor aquela história de direita e esquerda (depois eu conto o que aprontei logo que cheguei por aqui, rs) e como não gosto de GPS preciso estudar um pouco o guia de ruas.

PS: Por favor digam a verdade: vcs sabem onde fica o Norte somente pela posição do sol? Meu marido diz que sabe e como estou sempre perdida eu confio nele.