Skip to main content

Só a bailarina que não tem



Quando eu era criança várias coleguinhas e primas minhas faziam  ballet. Eu achava o máximo e adora assistir as apresentações que elas faziam no final do ano, rs. Mas infelizmente ballet era considerada uma dança da burguesia e não era vista com bons olhos por muitos, afinal, qual menina de classe média nunca fez aulinhas de ballet? Poucas, né?

O fato é que eu nunca pude fazer apesar de ter sonhado muitas vezes, rs.

Aqui no Canadá estas coisas funcionam de maneira muito diferente: este tipo de preocupação com a classe média não existe e o ballet não sofre preconceitos. Eu matriculei a Helena na programação de inverno do Toronto Fun e esta sendo bem legal.

Na primeira aula dela eu tive também a minha primeira aula de ballet, rs. Ela não quis entrar sozinha de jeito nenhum e eu tive que entrar com ela. A professora não se incomodou, aliás, foi super simpática, mas o pior estava por vir. A Helena queria que eu fizesse as coisas junto com elas, rs. Eu até fingi que estava fazendo mas acho que ainda tenho uma certa noção de ridículo e fui me afastando disfarçadamente, rs.

Ela passou a semana dizendo que não queria ir mais porque queria que eu fosse junto. Hoje, na hora de ir para a aula, eu coloquei a roupa nela (tática, porque sabia que ela não resistiria à roupa, rs) e perguntei:

-Vai querer ir na aula?

E completei com uma história da minha adolescência quando eu fui jogar handball na escola. Eu contei que eu sentia vergonha (e tinha motivos porque era uma goleira frangueira, rs) mas que minha mãe não podia entrar comigo (imaginem minha mãe do meu lado no gol - essa é sua mãe!!!) e que mesmo assim eu ia jogar.

E sabe que este papo a convenceu!!!??? Ela fez uma carinha de riso e foi toda animada para a aula. É bem verdade que na hora em que viu a professora não queria entrar e acabou entrando empurrada, chorou um pouquino mas em poucos minutos se soltou e vcs não imaginam a carinha de felicidade dela quando saiu da aula.

Passou o resto da tarde vestida de bailarina dando saltinhos e amou este video aí de cima que eu encontrei procurando por esta música do Chico Buarque, que eu amo (o Chico e a música).

E esta é a história da nossa primeira aula de ballet. Como vcs veem: nunca é tarde para se realizar um sonho!

PS: infelizmente a letra da música não está completa no vídeo. Então eu vou deixar aqui esta outra versão com o gatíssimo Chico Buarque!!! Não sei o que aconteceu mas não consegui colocar o video aqui. Mas se forem lá conferir, não deixem de prestar atenção ao detalhe da coçadinha no pé, rs.