Skip to main content

Cadê o português que estava aqui????


Eu adoro falar português!!! E parece que esta é uma lingua muito agradável de se ouvir pelos estrangeiros. Muitas pessoas me perguntam em que lingua estou falando com as crianças e dizem que é muito gostoso nos ouvir conversando. Meu primeiro professor de inglês em Missi me disse uma vez que é muito agradável ouvir quem fala português falando inglês: disse nós temos uma entonação que parece música.

Mas o meu rico português, aquele que tento manter sempre afiado na minha cabeça, está sofrendo um serio risco de extinção aqui em casa. Tem sido uma luta diária manter as crianças falando em português e as vezes eu sinto que estou perdendo esta batalha.

O Edu ainda fala fluentemente e já troca o português pelo inglês sem problema nenhum. Tudo bem que hoje ele estava falando da amiguinha brasileira e dizia: "a Debra"

-Não Dudu, é Débora.
- Debra
- Débora.
- Debroa.

Foi dificil conseguir faze-lo repetir corretamente e sem sotaque, rs.

A Helena aos poucos está esquecendo algumas coisas como por exemplo as cores. Hoje ela fala todas as cores em ingles, tipo:

- O vestido pink.
- O livro blue.

Aos poucos eu vou percebendo as perdas e vou tentando relembrar as coisas, mas tenho certeza que muita coisa já caiu no esquecimento e eu não consegui perceber ainda.

Mas a grande preocupação e o grande desafio tem sido com a Luísa. Imaginem que ela começou a falar "fluentemente" há menos de 5 meses. Falava tudo, com frases bem construídas em  português. Só que na mesma época ela começou a frequentar o Linc junto comigo e agora está deslanchando no inglês. Apesar de sempre conversar com ela em português, a maioria das resposta tem vindo em inglês e geralmente quando vai começar uma conversa ela fala em inglês. Principalmente quando chegamos da escola. Tenho observado também que ela e a Helena brincam muito falando em inglês e minha babá eletrônica também não colabora e só fala inglês com elas (TV).

Eu vejo que muitos imigrantes conseguem manter a lingua materna das crianças através de cursos que as crianças fazem aos sabados. Na minha antiga classe de Linc quase todo mundo fazia isso. Mas sinceramente nao tenho esta intensão. E tb vejo que muitos colocam os filhos bem mais tarde na escola, o que certamente facilita porque eu percebo que é bem mais facil manter a lingua com o Dudu do que com a Luisa. Mas isto também está fora de questão.

Então estou aqui procurando alternativas para conseguir fazer com que eles não percam o português. Acho que será muito vantajoso para eles terem fluencia em duas linguas. E cá etre nós, quem fala português se vira no espanhol com muita facilidade. Isso sem contar que quero que eles mantenham contato com nossa familia no Brasil.

Alguma sugestão de quem já passou por isso?