Skip to main content

Números positivos


E depois de um longo e tenebroso inverno, estou tentando voltar a escrever e ler meus blogs preferidos. Quero pedir milhões de desculpas por não ter respondidos os comentários e e-mails que tenho recebido, mas realmente ando na maior correria.

Estou em uma fase de grande entusiasmo e alegria nestes últimos dias. Nunca imaginei na minha vida que um número inteiro e positivo poderia me deixar tão feliz e animada!!!

Já estamos há quase 15 dias com temperaturas positivas em boa parte do dia e muitos dias ensolarados pra ajudar. Eu fico o tempo todo olhando meu jardim à espera dos primeiros brotinhos e pensando em tudo o que quero fazer nele quando a primavera chegar. Posso dizer que este inverno foi uma benção pelas temperaturas amenas e pouca neve, mas já deu!!!

O que anima aqui é que não são só as plantas que brotam com o final do inverno: as pessoas também brotam! A cada dia mais e mais gente vai saindo nas ruas, abrindo suas garagens, começando a tirar as folhas velhas que sobraram do último outono... Uma maior variedade de flores vão aparecendo nos supermercados e todo mundo se preparando para ficar de joelhos em frente de casa: todo mundo diz que está cuidando do jardim, mas eu já estou achando que as pessoas na verdade se ajoelham pra agredecer a chegada da Primavera. Olha que até eu que não sou lá muito crédula, já estou com vontade de agradecer!!!

Tivemos um final de semana chuvoso com direito a 21,1 mm de chuva e ainda assim não parei em casa! Comprei maracujá (azedíssimo) e uma goiaba branca que deixou o marido todo feliz e ainda encontramos o meu adorado Chocolate do Padre!!!! Fomos visitar amigos queridos em St Catharines (babei tanto no bebê deles que estou de garganta seca, rs!!!).

Mas como bem disse a Renata, o inverno é quase um momento de introspecção, quando a gente se volta pra dentro, pensa mais sobre as coisas, reclama (ahhh como o povo reclama, rs). E ter as quatro estações muito bem definidas é algo muito legal!!! Em cada estação nós temos o privilégio de morar em um lugar diferente. A cara da cidade muda totalmente de uma estação para a outra e o comportamento das pessoas também. As carinhas fechadas do inverno estão dando lugar a sorrisos; é impressionante como as pessoas ficam mais simpáticas e solícitas.

E com o final do inverno os animais tão queridos meus vão surgindo novamente. O cachorrinho do vizinho tem saído de vez em quando pra dar uma voltinha pela rua. Da primeira vez que o vi, quase não reconheci porque ele era um filhote no início do inverno e está bem maior agora. Os pássaros e esquilos já podem ser visto por todo lado e os meus adoráveis racoons já me fizeram a primeira visita do ano. Apesar do lixo todo revirado, devo confessar que fiquei bem feliz: sinal de que as coisas vão esquentar por aqui.