Skip to main content

Mantendo a compostura

Tem uma música da Victoria Williams que eu simplesmente amo e que diz: "That what you fear the most, could meet you halfway"( que seria mais ou menos: "aquilo de que mais vc tem medo, pode te encontrar no meio do caminho"). Pois bem meus amigos: eu já fui muito medrosa, mas isso não me pertence mais e hj sou até bem corajosa, mas ainda tenho pavor de dentista.

Segundo a lenda, meu medo começou quando eu tinha uns 6 aninhos e estava com medo de sentar na cadeira do dentista. Ele, com muita psicologia, me colocou à força na cadeira e ainda disse: "senta aí menina!!!",rs.

É obvio que neste feriadão de Páscoa aquilo que mais me amedronta, me pegou no meio do caminho: um dente quebrado!!! Milagrosamente consegui um horário pra este sábado de aleluia e apesar de estar morrendo de medo, deu tudo certo. A dentista é brasileira, a atendente é portuguesa e eu acabei conversando mesmo foi com a assistente que era chinesa e super simpática.

O mais engraçado foi que o Sergio saiu da sala de espera com as crianças e eles, do lado de fora do consultório, acabaram me vendo através do vidro. Não preciso dizer que eles adoraram ficar grudadinhos no vidro fazendo micagens pra mim.

Apesar de estar super nervosa e morrendo de medo, mantive a compostura: fiquei dando tchauzinho para as crianças e sorrindo como se estivesse realmente tudo certo. Afinal de contas, eu tenho que dar o bom exemplo e mostrar pra eles que dentista não é uma coisa ruim, não doi nada e o barulho daquele motorzinho $%¨#&@ é quase música para meus ouvidos.