Skip to main content

A idade certa para amar...

Eu sempre fui contra aquelas histórias de ficar fazendo brincadeiras de namorado com criança pequena: "o fulano é o seu namorado", " a ciclana vai casar com vc quando vcs crescerem" e coisas assim. As vezes a criança nem gosta muito da outra criança e já se sente obrigada a fingir que são namorados, rs.

Então eu não gosto de ficar comentando ou fazendo brincadeiras deste tipo quando o Edu chega em casa falando de alguma menina, ou quando vejo alguma menina conversando com ele. Eu observo, as  vezes até percebo que a menina está "apaixonada" (o Edu é mais dificil porque é totalmente desligado, rs), mas encaro como coisa de criança e nem comento com ninguem pra não gerar piadinhas ou perguntinhas bobas, rs.

Mas então, um dia, alguns amigos do Edu vieram aqui em casa. Enquanto todo mundo brincava no video game ou na correria, eu percebi que a Helena e o Charlie estavam um pouco mais quietos. Quando um jogava video game, o outro ficava ao lado elogiando. Na hora do lanche os dois sentaram-se lado a lado e sempre conversando baixinho. Não falavam nada demais, mas sempre só os dois.

Achei engraçadinho, mas não dei muita importância, afinal de contas, a Helena tem apenas  5 aninhos e o Charlie tem 7 (o que pra menino é pouco, rs).

Esta semana a Helena estava brincando no pateo da escola com as amiguinhas dela, esperando o Edu sair e então, depois de muito tempo sem se verem, os dois se reencontraram...

GENTE, eu tinha que ter filmado a cena!!! Eu até conseguia ouvir a musiquinha romântica de fundo!!! Quando o Clarlie apareceu, a Helena simplesmente largou as amigas e os dois ficaram lado a lado dando cotoveladinhas um no outro, fazendo Hi Five e conversando e rindo... simplesmente ignoraram os outros colegas. Uma coisa tão interessante... parecia que não tinha mais ninguem ao redor deles.

Só que é claro, A SOGRA, sempre tem que aparecer pra estragar tudo e no caso, a SOGRA era eu. Tive que chamar a Helena porque a Luisa Helena estava me esperando na escola dela. Só quando chamei o nome da Helena, parece que os dois acordaram do transe e ele foi jogar futebol com os amigos e ela se lembrou das amigas, rs.

Eu, de minha parte, não fico comentando esta historia na frente deles e só falei pro Sergio e agora pra vcs, rs... Se por um lado não quero ficar incentivando estas coisas, ficar enchendo o saco dela, por outro também nao quero estragar esta "amizade colorida" deles, a pureza desse sentimento tão lindo que eles têm um pelo outro. Fico só observando e rindo muito!!!

AHHHHHHHH, minha filhinha de 5 aninhos!!!