Skip to main content

Crianças bilingues

Acho que o maior desafio que tivemos aqui no Canadá foi inserir nossos filhos na cultura canadense sem deixa-los perder a lingua e a cultura brasileiras. No início parecia fácil, porque tanto o Eduardo quanto a Helena já falavam português quando chegaram, mas quando a Luisa começou a soltar a voz, eu percebi que meu trabalho seria árduo e longo!!!

Neste post aqui eu estava desesperada e pouco tempo depois a Luisa começou gaguejar, principalmente quando tentava falar portugues. Até agora eu  não sei ao certo o que eu fiz, mas o fato é que aos poucos todo mundo foi pegando fluência nas duas linguas e conseguindo passar de uma pra outra com tranquilidade.

É claro que eles têm algumas preferências: para falar entre eles, o inglês é mais facil e para assistir filmes, eles gostam de ver em português. Música tanto faz, eles gostam de qualquer coisa, até de lixo, rs rs rs rs.

Uma coisa que eu percebi foi que no inicio, o Edu e a Helena sempre pediam que eu falasse em português com eles: hj eles aceitam qualquer dos dois idiomas. E tem coisas que infelizmente é mais facil falar em ingles.

Outra escolha que nós fizemos foi não tentar ensinar as crianças a ler e escrever em português por enquanto. Para o Eduardo estava muito confuso levar as duas linguas ao mesmo tempo. De repente ele teve que aprender a falar, ouvir, ler e escrever em uma lingua diferente da dele e nós achamos que talvez fosse complicar muito as coisas, ele ainda ter que aprender a ler e escrever em portugues.

Hoje, eu não sei se fiz bem ou não, mas percebo que de qualquer forma o Eduardo tem muita facilidade para ler em portugues. É claro que ele usa a lógica da lingua inglesa e algumas palavras acabam sendo pronunciadas como em inglês, mas em seguida ele repete a palavra sem sotaque.

Com as meninas parece que o fato de falar as duas linguas, tornou o aprendizado da leitura e escrita mais facil. As meninas que hoje estão mais ou menos na mesma fase que o Eduardo estava quando chegamos,  tèm muito mais facilidade para a leitura e a escrita do que o Eduardo tinha. Elas conseguem mais facilmente entender que "bê" e "bi" são a mesma letra faladas em linguas diferentes. Com elas me preocupo menos em relação a isso e deixo "a coisa correr mais solta".

Por aqui existem varios estudos relacionados à aquisição de duas ou mais linguas simultaneamente. Esta reportagem aqui afirma que crianças bilingues apresentam um melhor desenvolvimento cognitivo do que crianças que falam apenas o ingles.

Seja como for, eu acho muito importante meus filhos falarem português! Primeiro porque eles são brasileiros e temos muitos familiares e amigos que não falam ingles. Alem disso, é muito mais facil se aprender uma lingua quando criança do que depois de adulto: se eles têm a chance da falar duas linguas fluentemente e sem sotaque, porque desperdiçar?? Também acho a nossa lingua muito linda, muito rica, melódica, poética. E cultura e conhecimento nunca são demais: o máximo que pode acontecer é eles não usarem pra nada, o que eu duvido muito que aconteça.