Apr 26, 2012

Alcachofra

Vc já comeu alcachofra?

Eu já! Pra falar a verdade, eu como alcachofra desde de criança e é um dos meus pratos prediletos!!! Eu me lembro que toda vez que minha mãe comprava, a familia inteira ficava feliz!!!

Mas, muita gente (muita gente mesmo) não conhece este vegetal ou nem imagina como se come este negócio que parece uma flor, mas as pétalas são folhas e todo mundo diz que se come com as mãos...

Minha mãe sempre comenta que quando compra alcachofra aparece alguem e pergunta como se prepara esse negócio. E ela sempre ficava explicando a receitinha deliciosa dela. E eu estou constatando que as coisas não mudaram nada nada e quando compro alcachofra (aqui ou no Brasil) sempre aparece alguem perguntando como eu preparo.

Aqui no Canadá se vende muito o "coração" da alcachofra em conserva ou temperado. Eu amo, sempre compro pra comer com pão, mas não é a mesma coisa!!! A alcachofra pra ter graça tem que ser comida igualzinho minha mãe faz: recheada, cozida e depois vai tirando folhinha por folhinha e molhando no molhinho de vinagre-oleo-sal-agua-do-cozimento.

Então, meus leitores queridos, vou contar aqui como minha mãe prepara este prato tão peculiar e que causa tanta estranheza em quem ainda não conhece!

Para comprar:

No Brasil se encontra alcachofras super bonitas, grandes e vistosas. Mas as vezes elas estão duras e o espinho que tem perto do miolo não pode ser comido. Por isso eu sempre preferi comprar as menorzinhas. Aqui no Canadá eu não costumo encontrar as grandes. Normalmente elas são pequenas e pra ser honesta, muitas vezes parecem meio muchinhas. Mas têm funcionado bem.

Para limpar:

Eu sempre corto o talo bem rente à alcachofra para que ela fique em pé. Depois tiro as folhas velhas e as mergulho em água com limão para que elas não escureçam. Um detalhe interessante é que não me lembro de ter visto alcachofra com espinhos nas pontas das folhas no Brasil. Mas as que encontro aqui em Toronto têm espinhos e precisam ser retirados porque eles realmente machucam o dedo. Então com uma tesoura eu corto a ponta das folinhas para tirar os espinhos e depois corto a parte de cima da alcachofra para ficar mais facil de colocar o recheio e não correr o risco de furar a ponta dos dedos com eventuais espinhos.

Recheio:

O recheio pode ser a gosto. Já me deram varias receitas com por exemplo carne moida refogada ou um recheio de frango (tipo recheio de coxinha). Eu gosto, é claro, do recheio que minha mãe faz, rs...

- 5 fatias de pão de forma ou 1 paozinho frances amanhecido
- leite para molhar o pão
- salsinha e/ou cebolinha bem picadinhas
- sal
- queijo (mussarela, provolone, parmesão, queijo tipo minas - eu já fiz com todos eles e ficou muito bom).

Eu molho o pão no leite e depois expremo com as mãos para tirar o excesso de leite. Nesta massa de pão eu coloco todos os outros ingredientes e misturo bem.

Rechear a alcachofra

Para rechear, eu abro gentilmente as alcachofras para não correr o risco de arrancar todas as folhas. Vou abrindo primeiro as folhas externas até chegar na parte mais interna. Neste "buraco" eu coloco o recheio.

 Encho bem a alcachofra com o recheio e levo para cozinhar em água fervente. Esta pronta quando as folhas se soltam facilmente ao serem puxadas (+/- 40 minutos).

Dicas:

- tomar cuidado para a água não evaporar totalmente e queimar o fundo das alcachofras. Eu sempre vou colocando mais água conforme vai evaporando.

- tomar cuidado para não colocar muita água, porque senão elas podem boiar e tombar.

- eu procuro pegar uma penela onde as alcachofras todas caibam certinho, assim umas apoiam as outras e não tem risco delas virarem e o recheio cair.

Comer

Eu sempre preparo um molhinho de vinagre + um pouquinho de óleo + sal + um pouco da água de cozimento (ela fica um marrom-amarelado). Eu gosto de colocar a água do cozimento pra diluir um pouco o vinagre.

E então começa o ritual: vai pegando as folhinhas, molha a parte de baixo (que fica grudada na alcachofra) no molho e "puxa com o dente a carninha".  Conforme vai chegando no meio da alcachofra, estas folhinhas vão ficando cada vez mais molinhas e dependendo da alcachofra, dá pra comer a folhinha inteira.

Quando acabam as folhinhas, a alcachofra tem uma camada de espinhos. Nas alcachofras chamadas duras, estes espinhos não podem ser comidos, então eles devem ser retirados, mas com cuidado para não perder o coração da alcachofra que esta logo abaixo deles. Quando a alcachofra está molinha, dá pra comer tudo, inclusive estes espinhos.

E após os espinhos, vem o coração da alcachofra que é quase um premio pela paciencia.

O recheio eu vou comendo junto com as folhinhas, tb com o molhinho. O que eu mais gosto é de comer alcachofra com arroz e feijão acompanhando.

Meu marido não tem paciencia porque acha que demora demais. Então estou aproveitando a ausencia dele pra fazer alcachofra sempre que encontro. A semana passada tinha no No Frills 4 alcachofras por 1 dolar. Eu fiz duas vezes (8 de cada vez) e quase morri de tanto comer!!!

Como quem sai aos seus não degenera, minhas crianças também gostam bastante! Espero que vcs tentem um dia: é no mínimo diferente e pode ser uma boa idéia para receber uma visita especial.
Post a Comment