Nov 28, 2012

Bronca no supermercado

Hoje levei o maior sabão no supermercado: meu carrinho estava cheio e a minha bolsa lá embaixo de tudo, eu estacionei no corredor das geladeiras e fui pegar o leite. Quando voltei tinha 2 funcionários discutindo ao lado do meu carrinho!!

Pedi licença para pegar o carrinho e eles me deram a maior bronca (educadamente!):

 ... nesta época de natal tem muita gente louca por dinheiro, um segundo de descuido e eles poderiam ter pegado a sua bolsa, a senhora deve sempre levar a bolsa consigo, todo cuidado é pouco e bla bla bla...

"Desculpa moço, é que eu sou imigrante e no meu país NAO tem esse tipo de coisa!!!"

Nov 27, 2012

E no quadro, minha mãe é demais:


- crianças parem com esta flauta.

- mamãe, toca uma música?
Pego a flauta e toco "parabens a vc"!

Os três ficam parados de boca aberta!!! Agora preciso contar que quando eu era criança eu tinha uma daquelas flautinhas plástico com as notas coloridas e um livrinho de musicas, 

Eles estao me achando "a flautista profissional", assim como eles pensam que eu fui ginasta, saltadora de trampolim, nadadora, jogadora profissional de handball, ciclista, patinadora... qualquer coisa que eu conto que fiz uma vez na minha infância, eles entendem que eu ganhei medalha olimpica fazendo!

Então, contando as historias parece que eu fui mesmo, mas não fui. Eu aprendi fazer algumas coisas por brincadeira, por gostar ou porque sou muito curiosa. Por exemplo, aprendi tocar flautinha de criança com o caderninho. Agora eu consigo tocar algumas musicas, mas jamais estudei musica. Mas as crianças acham que eu sou flautista!

Nov 26, 2012

Camisola do dia

Sempre que ouço esta expressão, eu me lembro da minha infancia! 

Era muito comum no meu bairro, as mães das meninas fazerem o enxoval das filhas, preparando-as para o casamento. Meninas, eu quero dizer, crianças de 12-14 anos!!!

E quando o enxoval estava "pronto", essas mães levavam as vizinhas para verem as gavetas e armarios cheios de jogos de toalhas de banho, lençõis bordados,  camisolas com o "penhoar" combinando!

E normalmente, a última peça a ser aberta era uma camisola bordada, longa e super sensual. 

"E esta vai ser a camisola do dia"! A mãe da futura noiva exclamava!!

Eu nunca me esqueci dessas visitas: aquelas coisas todas dobradas dentro de sacos plasticos transparentes, guardadas em gavetas e armarios cheios de saches perfumados e as mães orgulhosas exibindo o lindo enxoval das filhas.

Eu confesso que sentia até uma certa inveja em ver que as minhas coleguinhas de rua já estavam tão preparadas para o casamento. Mas graças a deus, hoje eu sei, minha mãe tinha outros planos pra mim. 

Fiz meu pequeno enxoval nos 5 meses entre a decisao de me casas e o dia disponivel no cartorio. 

E não faço ideia qual foi a camisola do dia! Pode ter sido uma camiseta velha do Sergio, que são as camisolas que eu mais gosto!

Nov 22, 2012

Criança encapetada

Vcs já conheceram uma criança encapetada? Eu tenho certeza que não!! Essa criança em quem vcs estao pensando é bagunceira! Encapetada é a menina que veio aqui em casa hoje!

A menina é o cão: ela nao para um minuto, grita, mexe em tudo, abriu todos os armarios, gavetas, andou pela casa inteira, e decorou onde ficava cada coisa. Quando eu servi o lanche ela pegou um ziploc e encheu de suspiros que eu tinha comprado ("estes sao pra eu levar para casa").

 Brigou com todas as outras crianças que estavam aqui e Como não tinha com quem brincar,  começou dar comida para o cachorro. Quando eu disse que não podia porque ele ia ficar gordo (ela é muito acima do peso), ela sorriu e encheu o cachorro de comida escondido. 

Quando encontrou meu telefone começou fazer ligações para a familia inteira e ia andando pela casa e descrevendo o que tinha, como era, se tinha gostado ou não.

Quando a mae chegou para busca-la, ela simplesmente resolveu que nao queria ir embora porque estava assistindo um filme (deitada no sofá, coberta com um ededron, rs). A mãe ameaçou, gritou, chamou, gritou, falou e nada... Entao mandei o Edu desligar a tv com a desculpa de que ele tinha que fazer lição de casa. Ela saiu da sala e foi pro basement se esconder. 

Foi quase 1 hora de negociação para ela finalmente decidir ir embora. 

Eu não dei atenção pra ninguem, o cachorro esta passando mal de tanto que comeu, as meninas estao tristes porque foi a maior confusao e eu estou exausta fisica e mentalmente. 

Nov 15, 2012

Robert Munch

Robert Munch é um dos meus autores preferidos de livros infantis. Ele nasceu nos EUA, mas mudou-se para o Canadá há muito tempo e segundo o seu site oficial, ele nem tem mais a cidadania americana, rs.

Canadense ou americano, não importa, os livros dele são muito divertidos e prendem a atenção das crianças do começo ao fim.


Para os pais mais conservadores, preparem-se... as histórias são meio sem pé nem cabeça e não pretendem passar lições de moral ou ensinamentos profundos. Mas tambem não são livros que passem maus exemplos pra criançada.

Nós temos comprado muitos livros dele. Sempre achamos barganhas irresistíveis nas lojas de usados (Good Will, Talize, Salvation Army). E claro, todas as bibliotecas de Toronto têm varios exemplares.

Fada do dente de cachorro

O Blue esta trocando os dentinhos e engolindo a maioria deles:

- mamãe, existe fada do dente de cachorro?
- o que vc acha?
- eu acho que sim. 
- e como ela pega o dente que o cachorro engoliu?

foram várias idéias: impublicáveis!!!

Nov 14, 2012

Um dia inusitado

Hoje meu dia foi tão inusitado que está até parecendo enredo de novela!

Primeiro acordei de manhã com um lindo bilhete escrito pelo meu filho e grudado no meu radio -relogio:

- Can you please make pancakes with chocolate for breakfast? (Vc pode por favor fazer panquecas com chocolate para o café da manha?).

O lindinho deixou o bilhete quando foi dormir e eu fui tão tarde para a cama que nem o vi. Isso porque ontem de manhã ele pediu as panquecas e eu disse que nao dava tempo: tinha que me avisar no dia anterior!

Desci para fazer as panquecas e descobri que meu fogão novinho não estava funcionando. As bocas do fogão nao estavam ligando. A única boca que esta funcionando é a que serve para manter a comida quente, mas ela não esquenta o suficiente para cozinhar.

Fui testar o forno e descobri que ele está ligando normalmente mas não dá para ajustar a temperatura: liga em 375F e pronto. O problema é que o botão de desliga também parou de funcionar e tive que arrastar o fogão e tira-lo da tomada para desligar o forno.

Levei a criançada na escola e em seguida fui para o veterinário com o Blue (dia de vacina). Assim que entrei no vet vi uma moça super gripada, sentada no chão. Ela me cumprimentou e virou para a cestinha que estava em cima da cadeira: era o gato dela. Quando começou passar a mão na cabecinha dele eu percebi que aqueles olhos vermelhos, a caixa de lenços e o nariz escorrendo não tinham nada a ver com gripe! Fiquei super deprimida!!!

Nem tive coragem de perguntar o que o gatinho tinha!

Voltei para casa e fui para a reunião de pais com a professora da Luisa. Eu detesto a mulher desde o ano passado, mas estava, até hj, tentando manter a compostura.  Nao gosto da atitude dela perante os problemas. Ela é incapaz de fazer um elogio para qualquer criança. Eu nunca a vi falando pra algum pai algo positivo sobre seus filhos. Hj na reuniao ela foi muito negativa em relaçao à luisa; só fez críticas ou elogios com asterisco: as vezes ela presta atenção, quando eu a lembro ela faz isso, de vez em quando ela faz aquilo...

Eu conheço a minha filha, ela não é santa, mas não é um demonio também. Com um pouco de jeito vc consegue qualquer coisa da Luisa, até que ela fique sentada prestando atenção.

Mas o que mais me magoou foi que ela meteu o pau na minha filha na frente da Luisa: a Luisa foi ficando corada e se afundando na cadeira. De vez em quando ela tentava mudar de assunto e a vaca, digo, a prof, fazendo críticas. E eu não consegui responder... porque se eu abrisse a boca seria para cuspir na cara dela e depois encher a boca dela de cacos de dentes!!!

Ta, eu acho que não conseguiria ter uma reação deste tipo, mas pra que arriscar!!!???

Saí de lá e fui direto para a sala da diretora e marquei um horário com ela para amanhã. Já estou fazendo uma listinha de coisas que a diretora precisa saber sobre esta vaca (desculpem-me as vacas, é só força de expressão... eu sei que vcs não são este tipo de gente).

Voltei para casa com a cabeça fervendo mas os pés congelando: comprei uma porcaria de uma bota de neve ontem e a danada não esquenta nada!!! Limpei as botas e fui trocar por alguma coisa mais quente!!!

Peguei as crianças na escola, improvisei um lanche que não precisasse do fogão e fui para a natação da Luisa e em seguida para a ginástica da Helena. Quando a Helena entrou na classe, eu desabei!!! Estava tão cansada que me sentei em um banco, deixei o Edu jogando 3DS, a Luisa jogando no meu celular e dormi uns 20 minutos: cheguei até a sonhar com um show de música!!!

Saí da ginástica revigorada e fui direto a um Mc Donalds porque não posso cozinhar, rs. Comprei nosso lanche no drive thru e quando estava saindo, vejo 3 meninos sentados em uma mesa dentro do MC mostrando a lingua pra mim. Não tive a menor dúvida, tirei o pé do acelerador e mostrei a lingua para eles.

Ahhh dá licença... hoje meu dia foi muito estressante! Cansei de levar desaforo para casa!!! Consegui chegar aos 8 anos que eles devem ter e só agora estou chegando nos meus 41 de novo!!!

Magic Tree House

Magic Tree House é uma serie muito interessante de livros infantis. Eu descobri um destes livros em uma feira de livros que a escola das crianças fez na Chapters. Naquela ocasião eu estava procurando um livro que pudesse interessar o Eduardo e que não fosse aqueles livros de leitura de um dia. Eu queria o que eles chamam aqui de chapters books, livros com vários capítulos.

Eu peguei o volume 1 e achei interessantíssimo!!! Em resumo, duas crianças encontram uma casa de árvore onde existem varios livros e quando eles lêem um livro e desejam estar naquele lugar da história, eles são transportados para lá.

Eu não sei quantos livros tem a coleção inteira, mas com certeza são mais de 40. Alem dos livros que contam as aventuras das duas crianças na casa da árvore a mesma autora tem varios livros que explicam algumas coisas sobre as historias. Por exemplo, tem um que fala da vida dos piratas, desde quando surgiram até os piratas atuais.

Inperdível para leitores que gostam de aventura e um pouco de história e geografia.

Nov 12, 2012

Washington DC

Nós resolvemos ir passar alguns dias na cidade de Washington por pura falta de opção. Estávamos em Atlanta há quase 6 meses e nos preparando para voltar para o Brasil, então decidimos que faríamos uma viagem de uns 4 dias para conhecer algum lugar diferente. Queríamos mesmo ter ido para a costa oeste (Califórnia pra ser bem exata), mas a distância nos desanimou e então acabamos decidindo por Washington.


Hoje eu fico super feliz pela decisão porque esta se tornou uma das minhas cidades favoritas no mundo mas infelizmente 4 dias não foram suficientes para vasculhar tudo o que a cidade tem para mostrar. São tantos lugares interessantes e cheios de história americana que talvez em um mês ainda não se torne repetitivo.



A Casa Branca, a Suprema Corte e o Capitolio são lindos mas são lugar comum. Se bem que fomos na Primavera e a cidade estava toda florida, cheia de Azaléias. A seguir nós fomos para uma cidade vizinha chamada Alexandria, que é interessante mas acho que não voltaria lá.

Um outro lugar interessante para se conhecer é a região de George Town onde fica a Universidade de mesmo nome. Vale a pena dar uma boa caminhada pela região.

Então chegou a vez de explorar os Museus da cidade. Para quem gosta deste tipo de coisa a cidade de Washington é um prato cheio. O Instituto Smithsoniano construiu e mantem diversos museus pela cidade e todos com entrada franca. Alem destes existem muitos outros Museus e Monumentos, em especial no National Mall; região que vai do Lincoln Memorial até o Capitolio. Nós nos restringimos à região do Mall e ainda assim não deu pra ver nem metade. Tudo é muito grande, cheio de informações e pra variar: cheios de historia americana.

O Lincoln Memorial também é sensacional com a gigantesca estátua de Lincoln e à sua frente a Reflecting Pool, palco de importantes eventos da história americana. Foi exatamente neste local que martin Luther King fez seu famoso discurso I have a dream.

Passamos também pelo Washington Memorial, o Memorial do Vietnam e os Memoriais da Primeira e Segunda Guerras, todos muito interessante. E no último dia fomos para o Cemitério de Arlington, aquele cemitério das cruzes brancas onde os heróis de guerra americanos são enterrados. Tivemos uma certa sorte neste dia porque estava tendo uma comemoração e vimos a troca de guarda.

Enfim, tem muita coisa pra se ver nesta cidade, ainda me lembro de alguns outros lugares mas preciso olhar novamente as fotos para me lembrar dos nomes, rs. Foi uma viagem riquissima, cheia de história americana e de aprendizados. Pretendo voltar lá outras vezes, com certeza.

Mantendo o Português das crianças

- Mama, eu posso comer as sereias? - Acho melhor voce comer as cerejas!