Skip to main content

Espelho, seu lindo, vc está me enganando!

Eu sou magra! Não muito magra hj em dia, mas fui aquela adolescente cheia de apelidos e piadinhas: pau de virar tripa, dois pauzinhos de bater tambor, magricela, esquelética, seca, nadadora, "de costa parece que está de lado e de lado parece que foi embora". Um bullying digno de cadeia e que me deixava super complexada.

Por muitos anos eu achei que ser magra era uma coisa horrível e o espelho era um grande inimigo: acho que por isso eu gostava tanto do espelho do banheiro, onde só dava pra ver do ombro pra cima.

Com 18 anos eu pesava 49 kilos, me lembro bem e descobri (diagnóstico errado) que eu tinha ovários policísticos e precisava tomar anticoncepcional. Em dois meses passei dos 49 para 54 e voltei no médico indignada: joguei a cartela fora, mas nunca mais consegui voltar para os 49 e me contentei com os 51. Mas em pouco tempo estes 51 kilos pareciam perfeitos para mim.

Muitos anos se passaram, até que um belo dia eu engravidei do Eduardo. Em cada gestação que eu tive, eu engordei em torno de 16 kilos, mas sou uma sortuda e em poucos meses eu praticamente voltava para o meu peso: não mais 51, mas 53.

Assumi os 53 kilos e estava super feliz com eles, até que cheguei ao Canadá. Aqui, por algum motivo os 53 pularam para 55-56 e não consigo diminuir esta marca. Na verdade, eu até já consegui algumas vezes, mas por pouquissimo tempo!

O que me chamou a atenção nisso tudo, foi que a cada mudança de peso, meu espelho me dizia que eu estava bem e que o novo peso não estava demasiado. Em pouco tempo eu acabo me acostumando com a nova imagem. Nesta brincadeira, desde que as crianças nasceram eu já ganhei 5 kilos fixos, dos quais eu não consigo me livrar mais e uns 3 ou 4 kilos que eu perco e encontro a todo momento. E o que me deixou preocupada, foi que com a idade (eu tenho 42) encontrar os kilos está cada vez mais facil, mas para perde-los de novo... quanto sacrificio.

Há duas semanas meu peso está fechado em 58 kilos e se a semana passada eu olhava no espelho e me achava um balão, esta semana eu me olho no espelho e acho que está bom. Eu me "adaptei" à imagem no espelho e tudo estaria muito bem, se eu não tivesse saído para comprar calças esta semana.

Em 4 anos de Canadá eu aumentei 2 números no tamanho das minhas roupas e confesso que me assustei bastante. E ainda que as pessoas olhem para mim e não consigam perceber a diferença, eu me assustei quando peguei nossas fotos de 4 anos atrás. Eu não estou gorda, mas estou engordando, aos poucos, de forma quase imperceptível, mas tenho certeza que meus amigos que não me vêm há 4 anos perceberiam a diferença, que pouco a pouco, eu não estou percebendo mais.

Ainda que eu olhe no espelho hoje e ache que 58 kilos estão me caindo bem, eu decidi que vou fechar nos 53-55. Meu espelho pode dizer o que quiser porque nele eu não confio mais.