Skip to main content

Progressão automática na escola

Aqui no Canadá, pelo menos em Ontário, nós temos a chamada progressão automática na escola. As crianças entram na escola de acordo com o ano em que nasceram e não repetem de ano, nem com reza brava!!!

Se por um lado isso parece muito negativo, por outro, eu entendo a idéia por trás deste processo e acho que está certa. Como não existe o medo de repetir de ano, as crianças aqui levam a escola com muita tranquilidade. É muito raro meus filhos irem para a escola com medo de uma prova ou uma chamada oral. Ir para a escola é uma brincadeira, uma diversão, um ambiente super descontraído onde vc encontra os amigos e faz atividades. Assim sendo, são raras as crianças que não gostam da escola, pelo menos no nosso circulo de amigos.

Mas, sempre existem aquelas crianças que não vão bem na escola por algum motivo: seja por falta de incentivo ou problemas em casa, seja por dificuldade de aprendizado, seja por estar aprendendo inglês. E nesta hora o sistema educacional canadense se mostra maravilhoso!!! As crianças com dificuldade têm varios tipos de ajuda para conseguir acompanhar e alcançar os amigos. E o melhor: sem perder a convivência com os colegas da turma;

Existem varios tipos de estratégias utilizadas pela escola para dar suporte aos alunos que de alguma forma não estão acompanhando. Na escola das crianças eles fazem varias coisas interessantes.

Quando o Eduardo ainda estava aprendendo inglês, ele tinha aulas de leitura em uma sala separada com mais dois alunos que têm dificuldade. A própria professora dava esta aula enquanto os outros alunos estavam em outra atividade com outro professor (aula de música, computação...).

Os alunos que têm dificuldade com matemática, têm a chance de rever alguns conceitos na série anterior. Como na matemática o conhecimento é acumulativo, não adianta a criança aprender equações se não sabe fazer conta. E eles fazem as coisas de um jeito, que as crianças vão revendo suas fraquezas sem perder a matéria nova que ele deveria estar aprendendo.

A parte triste é que muitas vezes, mesmo com o esforço da escola em ajudar as crianças, os métodos não funcionam porque o problema da criança está fora do alcance da escola. É triste vc ver uma criança saindo da trilha e seguindo um caminho nitidamente perigoso, mas as vezes, não podemos fazer nada.

O maravilhoso é que nenhuma criança é deixada para trás. Os alunos que não tem nenhum interesse e são "abandonados" pelos pais, recebem exatamente a mesma atenção que qualquer outro aluno da escola.

Ao contrário de outros países, aqui, só não sai do lugar, quem não quer.