Skip to main content

Canadá 1 X 0 EUA

Que eu adoro os EUA, não é segredo, mas eu também amo muito o Canadá e acho que este país tem coisas maravilhosas que deveria exportar por ai.

O nosso sistema de saúde, apesar das muitas e muitas falhas é incomparavelmente melhor que os outros que conheço. Primeiro porque é gratuito e universal: toda a população tem direito a exatamente a mesma coisa. Se no Brasil eu sofria preconceito nos postos de saúde porque tinha carteirinha de vacinação de clínica particular,  aqui no Canadá eu sou simplesmente mais um na fila. E ainda que as pessoas queiram usar o poder econômico para ter privilégios, nao dá porque o sistema é todo público: não tem médico ou clínica particular. Se alguem tentar te cobrar por uma consulta ou exame: chame a polícia porque é proibido.

É claro que o cartão de saúde não cobre todo tipo de tratamento como estética, acupuntura, massagem, etc mas fora algumas exceções é gratuito e igual para todo mundo.

Uma questão que me incomoda bastante nos Estados Unidos é esta paixão nacional por armas. Muita gente gosta de armas por lá e agora andam com camisetas fazendo campanha contra o desarmamento. Muitos amigos que moram nos EUA têm feito estas campanhas também no Facebook. Eu, de minha parte, tenho horror a armas!!! Nunca tive e nunca terei uma e meu marido teria serios problemas se pensasse em trazer uma para casa. No Canadá eu me sinto muito mais segura. Eu duvido que meus vizinhos tenham uma coleção de armas em casa.

Nos EUA eu tb sinto que a questão dos negros ainda é um problema em alguns lugares. Eu acho que eles sofrem preconceito e reagem a ele ou reagem ao preconceito que sofreram e acabam sofrendo preconceito em resposta. O fato é que muitas cidades apresentam uma certa tensão entre as raças, inclusive com separação física das populações, coisa que eu não percebo aqui no Canadá.  Ainda que as pessoas tentem ficar em "guetos" por aqui, normalmente ninguem se incomoda se o vizinho for de outra raça. Se vc chega em um McDonalds de um lugar dominado por indianos, ninguem vai te olhar surpreso ou se sentir ameaçado pela sua presença. É bem diferente.

Outra coisa que chamou muito a minha atenção foi o peso das pessoas! O povo americano está vivendo uma epidemia de obesidade inacreditável. Vc não vê aquela criancinha gordinha, ou a mãe gordinha: as famílias são gordinhas, ou melhor, as famílias são obesas. Uma amiga minha viu em um parque uma cadeira que fica do lado de fora de alguns brinquedos para as pessoas sentarem e verem se vao caber no brinquedo antes de pegar a fila. O mais triste é que é necessario mesmo e imagino que era um problema para o parque ter que dizer para a pessoa que ela não cabia no carrinho. Eu vi pessoas assustadoras e pior, crianças enormes com seus copos da Disney tomando refrigerante o dia inteiro (quem se hospeda na disney ganha um copo e pode enche-lo quantas vezes quiser nas máquinas de bebidas).

Se para nós foi um passeio comendo "porcaria" todo dia mas que era muito mais prático, para grande parte das pessoas que estavam no parque, aquela comida era a comida do dia a dia. E eu fiquei horrorizada de ver as pessoas comendo. Em alguns lugares, 4 refeições eram mais do que suficientes para nós 5. Em outros apenas 3 refeições já seria bom. E quando eu olhava as outras mesas, sentia até enjoo de ver o tanto que o povo comia. Uma pena!

Eu na verdade fico dividida: adoro coisas de lá, amo coisas daqui e não sei dizer qual dos dois eu prefiro. Como não tenho escolha, fica facil decidir, rs. Mas talvez o maior ganho que vamos ter com a cidadania canadense será poder ir visitar o nosso vizinho de baixo sem toda a burocracia!