Skip to main content

Marmita

Os canadenses não costumam almoçar como a gente! Normalmente o povo come um sanduba na hora do almoço e muita gente sequer sai da mesa de trabalho para comer.

O Sergio costuma levar um sanduba de pão com queijo e uma fruta. Ele não gosta de levar comida porque o pessoal não gosta muito que deixe cheiro no microondas! E como ele já escova os dentes todo dia após o almoço (coisa que os canadenses acham estranhíssimos), ele tem tentado parecer mais normal com o seu lanchinho comido na mesa de trabalho.

Mas no jantar é diferente e ele gosta de comer comida de verdade. O triste é que cozinhar demanda tempo e muitas vezes ele chega em casa cansado e morrendo de fome: prato cheio para um fast food (em restaurante ou congelado). Logo que foi morar longe de casa, ele se animou com os congelados da chamada Hungry man (homen faminto), mas como tudo o que se repete o tempo todo, ele já enjoou destas comidas.

No final do ano passado, ele ganhou uma maquina de fazer arroz: é super pratica e vc não corre o risco de ter o arroz queimado. Coloca os ingredientes, liga na tomada e vai fazer outras coisas enquanto o seu arroz fica pronto. A maquina dele é bem pequena, mas tem o tamanho exato para quem mora sozinho.

Com o tempo ele está melhorando os skills e está aprendendo a preparar outras coisas, mas infelizmente não dá ainda para ficar cozinhando e inventando moda, então eu estou cozinhando para ele. Na verdade, eu só estou aproveitando aquela comida que antes acabava indo para o lixo.

Eu preparo a comida normal aqui de casa (coloco um pouquinho a mais para garantir que sobre) e depois congelo o que sobrou para ele. Falando assim parece que ele está comendo o restolho, mas na verdade eu diria que ele só está comendo fora do horário.

Nos dias em que cozinho feijão, eu já congelo alguns potinhos para ele. E nossa mistura sempre é congelada também. Hoje ele levou um arroz temperado com molho de camarão que ficou uma delícia e isso com certeza salvou o jantar de domingo dele, porque depois de 2, 5 horas de estrada, ele ia acabar comendo em um mc donalds da vida.

Para algum dia da semana, ele tem carne de porco assada que também estava congelada aqui. Aos poucos estou me organizando para ele levar o máximo possivel de comida já pronta e melhorar as refeições dele em Sarnia. Ao mesmo tempo, eu evito de jogar comida fora!