May 13, 2013

Enfim canadenses

Enfim, canadenses!!!!

Este foi o ultimo grande passo de toda esta trajetoria que começou junto com este blog, em 2006.

A cerimônia foi linda e emocionante!!! Primeiro fizemos uma discussão em pequenos grupos sobre a nossa história no Canada, as expectativas e o que tem acontecido na nossa vida. No nosso grupo tinha também um rapaz do Congo, um da Nigéria e um do Paquistão. As crianças ficaram na Biblioteca da escola lendo e desenhando.

Depois fomos para a cerimônia. Tinham duas "deputadas", um guarda da polícia montada (que vai sempre para São Paulo e percebeu que éramos brasileiros) e mais algumas pessoas, alem do juiz. O juiz foi muitíssimo simpatico e eu chorei o tempo todo.

 Após o juramento em ingles e em francês, os alunos do grade 5 da escolar tocaram You are beautiful com violinos e violoncello. E no final, tocaram Oh Canada. O professor de música estava muito emocionado e disse que nunca tinha tocado o hino canadense em um evento tão importante (nós dois choramos, rs).

No final teve bolo e frutas e somos oficialmmente canadenses!
 
Pra mim, esta conquista é especialmente importante porque eu amo o Canada. É claro que este país tem vários problemas, é claro que temos muitas dificuldades aqui e é natural que a gente acabe valorizando o lado ruim e esquecendo um pouco das coisas boas. Mas eu sinto que renasci quando cheguei aqui no dia 18 de março de 2009.
 
O Canada mudou a minha vida dramaticamente! Foi maravilhoso ter tido a oportunidade de adotar um país para chamar de meu e sentir que eu tb faço parte disso tudo aqui. Criar os meus filhos como canadenses, assimilando esta nova cultura, esses novos princípios, esta nova lingua e sua lógica e ao mesmo tempo trazendo um pouquinho de nós para divider com este país. Tentando manter as coisas boas que cultura brasileira nos proporcionou.

A cada dia, eu me sinto mais próxima da cultura canadense, aprendendo a pensar como eles e me indignando com os absurdos que eu achava quase normais no passado. Eu renasci e no dia 10 de maior de 2013 eu fui registrada e sinto muito orgulho do meu país.

PS: palavras do juiz (tradução livre, rs) - "Nós temos aqui 40 flores de 23 jardins diferentes. Estamos muito felizes de recebe-los aqui para engrandecer o nosso jardim. Sejam bem vindos!"
 



May 5, 2013

O gramado do vizinho é sempre mais verde

Esta semana tivemos dias maravilhosos aqui em Toronto e todo mundo resolveu sair de casa. Os supermercados estão lotados, os parques, as ruas... tudo lotado!

Todo mundo nos jardins, plantando, cortando a grama, varrendo, limpando, organizando as garagens. Nesta época a gente começar guardar as coisas de inverno e trazer para fora as coisas de verão: coloca-se a mesa de jardim no quintal, a cobertura do gazebo, a churrasqueira começa trabalhar a todo vapor e a garagem fica cheia de sementes, terra, adubo, fertilizantes, sacos de papel para colocar folhas.

Os dias amanhecem super cedo e as 5 os pássaros já estão com a corda toda. As plantas brotam como malucas e aquele galho que estava sequinho ontem, hj já está cheio de folhinhas e amanhã vai estar com os primeiros brotos.

Só a minha grama que não cresce de jeito nenhum. Já coloquei terra, já joguei um monte de sementes e hj vou testar a ultima alternative para ela: fertilizante indicado por aquele vizinho chato que corre atrás de esquilo o dia inteiro porque não quer que eles andem no gramado lindo da casa dele.

Bom, se eu tiver que ficar correndo atrás de esquilos para manter meu gramado lindo, vai ser dificil. Eu corro atrás destes monstrinhos porque eles roubam os bulbos das tulipas que eu planto no outono!!!

O fato é que agora passamos a maior parte do dia lá fora. Enquanto as crianças brincam eu tento dar um jeito no jardim e socorrer minha grama que está cheia de folhas e falhas, rs.

Infelizmente quando eu uso o ditado "o gramado do vizinho é sempre mais verde" eu estou sendo literal!

Frescura para comer

Eu não sei em que curva do caminho aquelas 3 crianças "boas de boca" se perderam e deram lugar a três figurinhas cheias de manias. Eu só sei que a frescura pra comer aqui em casa as vezes me deixa com vontade de largar todo mundo a pão mucho e pagua por um mês!!!

Quem começou puxando este cordão foi a Helena. Primeiro o pão de forma tinha que ser sem casa, o arroz sem cebola, a carne sem salsinha, o leite foi abolido da sua alimentação e o suco tinha que ser o No Name de laranja.

A Luisa começou acompanhar querendo o pão sem casca e o leite na temperatura ideal: nem quente, nem frio, nem morno...

O Eduardo não quis ficar pra tras e começou também exigir que o feijão fosse colocado cuidadosamente ao lado do arroz e a carne do outro lado, e que o feijão e a carne não se encontrassem.

E a coisa foi degringolando de tal forma que virou uma arte servir as refeições aqui em casa. Cada um tinha uma mania, uma exigencia, uma coisa que não gosta, que nao quer, que está no lugar errado: "não como isso", "não quero aquilo", "está quente demais", "esfriou demais"...

BASTA!!!!

Fazer comida não é exatamente minha atividade preferida: ficar escolhendo o que fazer, como fazer, o que fazer para acompanhar... e depois ter que jogar metade fora porque estava assim ou assado!!!!????? 

Agora vcs estão comendo o que tem e do jeito que tem:

Pão de forma só se for com casca, senão come pão frances.

Quer comer arroz??? Tem que comer cebola!

Quer carne??? Tem que comer salsinha e/ou cebolinha!

Quer feijão? Tem que comer com tudo o que eu coloco nele! O que??? Nem eu sei!!!

E conforme a fome foi batendo, vcs foram se adaptando ao "novo-velho" cardápio. Eu até tento fazer as coisinhas que vcs gostam, mas as frescuras... estão sendo abolidas uma a uma!

E pra comprovar que era frescura mesmo de vez em quando eu coloco aquelas coisas que vcs realmente não gostam e aí todo mundo reclama, e com razao.

Best friends forever

A nova da Luisa e da Helena é um "grito de guerra". Elas levantam os bracinhos e cada uma grita o proprio nome, em seguida elas juntam as maozinhas no alto e gritam juntas:

"Best Friends Forever!"

É uma delícia de ver, mas já fico preparada porque sei que em 10 minutinhos as best friends vão estar brigando e dizendo:

- A Luisa é uma chata!
- Eu não gosto da Helena!
- Vc é uma poo head!
- Ela me bateu primeiro!

... e por aí vai!!!

Criança chata

Hoje após a aula de ginástica, a Luisa estava conversando com um amiguinho. Conversa vai, conversa vem, ela descobriu que o amiguinho estava completando 4 anos e começou:

- After you turn 4, you'll turn 5, and after you'll turn 6, and then you'll turn 7...

Qd o pai do amiguinho se "cansou" e disse:

- And when he is 55, he'll turn....

A Luisa pensou um pouquinho e disse:

- 56, and then he'll turn 57, then he'll turn 58...

A sala inteira caiu na risada.

O interessante foi perceber que a Lu pegou o espírito da coisa. Ela ainda não sabe de cor toda a sequencia, mas já entendeu que no fundo pouca coisa muda.

Marido invisível

Luisa sentada na escada!! Eu sentei ao lado dela e perguntei:
- O que vc esta fazendo?
- Estou no bus indo para o churrasco.
- E o seu carro?
- Não tenho carro!
- E o seu marido?
- Vc está sentada na cabeça dele!


Olhei para o meu "genro", pedi desculpas e fui para o degrau de baixo. Então ela diz:

- Agora vc está sentada no colo dele!

Pedi desculpas novamente e mudei de degrau de novo. Agora sim pudemos converser.

Machucado de tomate

Helena vem mancando com uma pintinha vermelha na perna:

- Mamãe, eu machuquei e está sangrando!!!

- Não é nada filha! Passa um lencinho que já vai sarar.

 Helena volta 5 minutos depois ainda mancando com uma ferida enorme no mesmo lugar:

- Mamãe, eu machuquei e está sangrando!!

- Filha, o que vc fez? O que aconteceu? (mãe é sempre tonta e acredita em tudo, rs.)

- Molho de tomate da piiiiiiza!!

Mascote do Pan

Em 2015 nós teremos os jogos Pan Americanos aqui em Toronto e então lançaram um concurso para escolher o mascot dos jogos.

Eu amei todos os bichinhos, mas acabei escolhendo o Racoon. Eles são a cara da cidade!!!

Vote aqui; o prazo termina hj.

Mantendo o Português das crianças

- Mama, eu posso comer as sereias? - Acho melhor voce comer as cerejas!