Skip to main content

Nova escola de futebol

 Este ano as meninas resolveram jogar futebol e acabaram mudando toda a nossa rotina, para melhor!

O problema foi que a antiga liga, onde o Eduardo fazia soccer era muito grande. Com isso, cada idade tem seu próprio time, ou seja, eu teria 3 dias diferentes de jogos, em locais diferentes, mais as práticas e os jogos do Eduardo eram no mesmo dia que os jogos da Luisa, só que em lugares totalmente diferentes. NÃO DAVA PRA FAZER TUDO ISSO SOZINHA!

Nas minhas procuras pela internet, eu encontrei uma escola em Mississauga, que me pareceu interessante e quando a visitamos, decidimos que as crianças iam jogar ali em 2013. Até agora, a experiência tem sido extremamente positiva.

Primeiramente a escola é bem menor que a escola de Etobicoke, onde o Edu jogava antes. Eles têm em torno de 6 times para cada idade e o Eduardo, que nasceu em 2003, joga junto com as crianças de 2004. Já as meninas que nasceram em 2006 e 2007, tb estão jogando no mesmo time: muito conveniente para mim!

Outra coisa interessante foi o número de canadenses. Não que isso faça diferença na qualidade dos times ou facilite em alguma coisa para eu fazer amigos (talvez ate dificulte), mas é interessante conversar o tempo todo com pessoas que falam inglês fluentemente e sem sotaque, rs. Pra ser honesta, eu tenho poucas oportunidades como esta: passar de 1 a 2 horas falando somente em inglês com nativos, é quase um curso de listening.

Também acho que demos muita sorte com o coach. Não vou dizer que ele sabe tudo de soccer, mas tem uma boa idéia e aparentemente, tem estudado para treinar os meninos. Nos poucos jogos que tivemos até agora, já deu pra ver a evolução de varios meninos e o Eduardo está fazendo um trabalho magnífico. Talvez ele não tenha evoluído ou aprendido muita coisa, mas ele esta se sentindo confiante em campo.

Antes, ele ficava mais preocupado em encontrar um lider para passar a bola e dificilmente pegava a responsabilidade para si. Neste novo time, ele faz assistência, defende e tb arma jogadas maravilhosas, fazendo gol em quase todos os jogos.

Outro ponto positivo, é que o técnico (pai de aluno e voluntário, sempre) não protege o filho, nem dá privilégios a ele. Ao contrário eu diria: deve ser difícil equilibrar essas coisas, mas o nosso técnico parece estar fazendo isso muito bem.

Está sendo uma season muito gostosa e animada. Os jogos são divertidissimos de assistir e estamos sempre esperando o próximo jogo.

As meninas também deram sorte. A técnica delas parece ser muito simpática e gentil, e tem dois pais ajudando durante os jogos. Apesarem de não serem muito animadas na hora de se trocar para ir para o campo, as meninas estão aos poucos aprendendo e se soltando em campo.

E a motorista, sempre se divertindo!