Skip to main content

Aquela que nunca viu nada

Uma amiga mexicana me pediu para avisa-la quando eu for em algum lugar fechado como cinema, museu ou coisa parecida. Por uma obra do acaso ou do destino, eu sempre estou nestes lugares quando o clima traz alguma surpresa para Toronto. Em 2009, pouco depois de termos chegado por aqui, tivemos um furacão na cidade. Ele passou bem na região próxima ao bairro onde nós morávamos, mas eu não vi nada!!!

Justamente naquele dia, nós resolvemos ir visitar o Science Centre e só quando chegamos no estacionamento foi que percebemos que havia chovido. Só fomos nos dar conta de que se tratava de um furacão, em casa. É bem verdade que as ruas estavam cheias de folhas e muitas cirenes da polícia, bombeiros e paramédicos tocando, mas um furacão não passou pela nossa cabeça.

Chegamos em casa tranquilo e vimos várias mensagens de amigos na secretária eletrônica e então fomos ver na internet o que tinha acontecido, rs.

Na última grande enchente que tivemos na cidade, tb não vi nada porque estava no cinema! A região toda ficou sem luz, os faróis todos desligados e eu voltando para casa tranquilamente sem ter idéia do que tinha acontecido.

Na última sexta feira, lá fomos nós para Vaughan, levar o Eduardo na casa de um amigo. Na volta, nós percebemos uma nuvem um tanto diferente no horizonte. Parecia chuva, mas era diferente de uma chuvinha normal. Quando chegamos perto de casa, nós percebemos que havia chovido bastante por aqui e que havia muitas e muitas folhas e galhos caídos no chão. Foi estranho, mas não nos preocupamos.

No dia seguinte meus vizinhos vieram me contar que houve uma forte chuva de granizo. Segunda meu vizinho da esquerda e mais tarde minha vizinha da direita, as pedrinhas de gelo eram grandes! E mais uma vez, eu não vi nada!

Só pra constar, esta semana estou querendo ir no cinema com as crianças, então, se vc está aqui na região de Toronto, fique esperto, pode ser que S. Pedro resolva fazer mais alguma faxina aproveitando minha ausência.