Skip to main content

Eu no Canadá?

Eu me sinto em casa aqui! Eu me encontrei e tenho a sensação de que pertenço a este lugar. Foi muito difícil no começo por causa das escolhas que nós fizemos.


Conscientemente nós nos isolamos, viemos para um lugar com pouquissimos brasileiros e longe de todos os nossos amigos. Tivemos que começar do zero, completamente sozinhos. Mas respeitando as limitações de cada um, nós fomos muito bem recebidos e eu não consigo me imaginar morando em outro lugar.

Eu sinto saudade do Brasil, ou melhor, eu sinto saudade da minha cidade, dos lugares que fazem parte da minha historia, mas não dependo de nada daquilo para ser feliz.


E quanto às pessoas... bem... não dá pra ter todo mundo junto o tempo todo! E estar junto fisicamente não significa estar junto de verdade! E morar longe, não significa estar distante!

O mundo esta cheio de pessoas maravilhosas, que não substituem ninguem, porque cada relacionamento é UNIQUE. Mas as pessoas preenchem espaços que nós não conhecíamos e enriquecem a nossa vida com suas experiencias, suas vidas.


Imigrar é um longo processo de aceitação do novo, de formar novos laços e reorganizar laços antigos. É um exercício diário de escolher, ir, errar, voltar, começar de novo, perdoar e pedir perdão, entender as limitações de cada um e entender que aquela porta fechada pode estar somente encostada e vc precisa girar a maçaneta!


Vc já está com a mão na maçaneta, então porque ainda não abriu a porta?