Apr 30, 2014

Calendário mensal e marido: uma combinação quase perfeita

Eu resolvi montar um calendário mensal para as refeições aqui de casa. O semanal funcionou por um tempo mas eu acabei cansando de ter que ficar toda semana pensando no que ia preparar para as refeições da semana. Então resolvi tentar algo mais "longo prazo" e montei um calendário para o final do mes de abril e agora me animei e já fiz quase o mes de maio inteiro!

Para facilitar ainda mais a minha vida, já estou preparando algumas coisas em grandes quantidades para congelar e já deixar prontinho para os finais de semana, quando o marido está em casa e eu não tenho vontade nenhuma de cozinhar.

Mas apesar de ter comentado com o marido sobre a novidade, parece que ele não entendeu direito o espirito da coisa e...

- Leninha, comprei esta carne para fazer um churras pro almoço.
- Mas... eu tinha programado que ia fazer lasagna! Bom, tudo bem... posso fazer a lasagna no jantar!
- Ah, comprei comida japonesa para o jantar!
- Hummm, ok, então eu faço a lasagna no almoço de amanhã, caso vc ainda não tenh pensado em nada!!!

Conclusão: a pessoa chegou em casa para passar o final de semana e simplesmente mudou todo o cardapio que eu tinha preparado especialmente porque ele vinha!!!

Apr 28, 2014

Menina brasileira com matricula recusada por ter alergia alimentar???

 
Nem vou dar minha opinião: vou só contar como é feito no Canadá:
 
Só na escola das crianças, com menos de 250 alunos, 4 crianças precisam de EpiPen. As escolas aqui são preparadas para isso e cada classe se adequa de acordo com a necessidade dos alunos, ainda que seja apenas um.
 
Como existe um grande número de pessoas alérgicas a nuts (castanhas, nozes, amendoim...) é expressamente proibido levar esse tipo de alimento para as escolas. Ninguem leva! E em muitos outros lugares frequentados por crianças, é proibido levar nuts tambem.
 
Em varios locais da escola tem quadros com a foto das crianças alérgicas e uma explicação do que fazer em caso de emergencia. Algumas crianças têm reações alérgicas tão fortes que precisam estar com a epipen o tempo todo junto ao corpo. As professoras levam a EpiPen nos passeios e tudo é muito levado a serio.
 
Ainda assim, com todos estes cuidados, de vez em quando acidentes acontecem, infelizmente! Mas nunca ouvi falar de uma criança que não tenha sido aceita pela escola por ter alergia.
 
Uma história até "engraçada" foi o amiguinho do Eduardo que levou o proprio lanche no aniversário do Edu. No socialismo canadense, todo mundo tem os mesmos direitos, mesmo que pra isso, a sociedade inteira tenha que pagar a conta. Esse menino tem um tipo específico de alergia alimentar, eu nem sei do que ele é alérgico, mas deve ser grave porque ele leva a propria comida para todos os lugares.
 
A primeira coisa que eu pergunto para os pais que trazem seus filhos pra brincar aqui em casa é:
 
- Ele(a) tem alguma alergia?
 
 

Apr 25, 2014

Mais delicioso peru que eu já fiz

Peru nunca foi a minha especialidade!!! Primeiro porque não é meu prato favorito, segundo porque eu nunca tinha feito antes de chegar ao Canadá!

Mas como sobreviver no Canadá sem peru no Thanksgiving? É como não ter bacalhau na sexta feira santa: quase uma heresia (na casa da minha mãe)!!!

O jeito foi aderir ao "big bird" e ficar testando receitas. O do Natal ficou bonzinho, mas o peito sempre fica meio seco. E então eu resolvi ir de peru novamente na páscoa e minha amiga mexicana querida me deu a receita que virou oficial aqui em casa!

O peru ficou muito saboroso e até o peito ficou suculento! 100% aprovada!

Aqui vai a receita!!!

1 peru jovem congelado
Duas noites antes de assar colocar o peru em uma mistura de:

- água (suficiente para cobrir o peru)
- 1/2 copo de vinho tinto
- 1 copo de sal (não é muito!!!)
- suco de uma laranja + o bagaço da laranja
- suco e polpa de 1 limão
- pimenta do reino inteira a gosto

Na manhã seguinte, virar o peru e à noite (12 horas antes de assar), tirar o peru da água e deixar escorrendo.

No dia de assar, esfregar o peru com a seguinte mistura:

- 1 colher de manteiga e azeite de oliva (eu não tinha os dois juntos, então coloquei uma colher de manteira e uma de azeite.
- 1/4 xicara de vinho do porto
- suco de  1 limão
- pimenta do reino a gosto

Colocar no forno a 250° por aproximadamente 1 hora coberto com papel aluminio. Em seguida, virar o peru e deixar no forno por mais 30 minutos. Desvirar o peru e deixa-lo mais 30 min no forno. Descobrir e deixar "descansar" por 30 minutos fora do forno antes de cortar.

Foi um sucesso com a criançada aqui de casa!!!

Apr 24, 2014

Questão de lógica ou cabeça de homem!!!

Eu estava tirando o lixo junto com o Eduardo:

- Edu, coloca esse lixo no reciclável.

- Pronto mamãe!

- Este aqui vc coloca no orgânico.

- Pronto mamãe.

- Agora vai lá em cima e pega o papel higiênico do banheiro.

- Pronto mamãe.

E quando eu olho, ele me trouxe o rolo de papel higiênico e não o lixo.

Será que eu não fui clara? Sera que era impossível fazer essa associação?

Apr 22, 2014

Kit "brincadeiras da bolsa da mamãe"

Uma mulher que se preze sempre tem a casa dentro da bolsa. Minhas bolsas sao sempre cheias de coisas "uteis" que eu quase nunca uso, mas que ficam lá para o caso de uma necessidade. Eu já tentei aumentar o tamanho da bolsa para ter mais espaço, mas desisti porque sempre acabo ocupando todo o novo volume da bolsa grandona. Agora, ando quase sempre com bolsinhas pequenas e de alça grande porque o Sergio odeia carregar bolsa de alça curta!

Mas depois da maternidade, eu descobri que além das coisas "uteis" que toda mulher precisa, eu tb precisava carregar certas coisinhas que me ajudariam a distrair as crianças em momentos de tedio (assistir a ginástica da irmã, ver o jogo de soccer do irmão, ver a natação de não sei quem ou simplesmente esperar o início da sessão de cinema). Quando o tédio se aproxima, eu encontro socorro no kit que montei para manter na bolsa e me ajuda muito.

Além de todas as coisas "super úteis", eu sempre tenho:

-  um elástico grande para pular elástico.

- um elástico pequeno para passar elástico.

- pelo menos uma caneta ou lápis ou os dois.

- papeis para escrever ou fazer aviãozinho, barquinho, balãozinho.

- moedinhas para brincar cara ou coroa, fazer rodar no chão, fazer guerrinha entre as moedas.

- elásticos de cabelo que além de serem ótimos para prender os cabelos, são ótimos passatempos para meninas ficarem amarrando um no outro.

Com estas coisinhas eu mantenho a criançada ocupada por tempo suficiente para resolver o problema da espera.

No soccer do Edu, as meninas pediram para pular elástico e foi um sucesso!!! Aos poucos, todas as outras irmazinhas foram se aproximando, como quem não quer nada e adoraram a idéia! Até uma mãe chegou perto para comentar que adorava essa brincadeira na infância, mas não lembrava mais como fazia.

 E eu pude assistir meu joguinho tranquila!!! Esse kit me quebra cada galho!!!

Apr 20, 2014

Mamãe, como se faz um bebê?

Esta foi a pergunta que surgiu do filme Marley & Me. Em determinado momento, os donos do cachorro Marley começam conversar sobre ter filhos e o Eduardo me vira, na lata, e pergunta:

- Mamãe como se faz um bebê?

Respirei fundo e expliquei:

- Bem, um bebê se faz quando a sementinha do papai se encontra com a sementinha da mamãe.

- E como elas se encontram? Onde?

- O papai coloca a sementinha dele dentro da mamãe e quando esta sementinha se encontra com a sementinha da mamãe, se forma um bebê.

- Mas quantas sementinhas um pai tem.

- Milhares de sementinhas. Mas só uma forma um bebê.

- Mas por que eu só tenho duas sementinhas?

- Vc ainda não tem sementinhas porque vc ainda é criança. Isso que vc tem são os seus testículos. Quando vc crescer as suas sementinhas vão se formar dentro do testículo.

- Ahhhhh, e como o pai coloca a sementinha dentro da mãe?

- Ele coloca o penis dele dentro de um buraco que a mãe tem. Não é o buraco onde sai o xixi. É aquele buraco por onde saem os bebês. Então as sementinhas se encontram e formam um bebezinho.

- E dói quando o pai faz isso?

- Não, não dói.

Satisfeito, ele voltou a assistir o filme e eu senti um alivio imenso: nunca pensei que essa conversa  seria tão fácil, tão tranquila, tão indolor.

Apr 18, 2014

Shakespeare para crianças

Encontrei uma serie de livros do Shakespeare com uma linguagem super simples pra crianças. Eu já tentei ler Shakespeare muitas vezes mas simplesmente detesto livros em forma de peça de teatro. O único cara que eu consigo conseguia ler em forma de peça de teatro era o Gil Vicente.

Mas não ler Shakespeare sempre foi uma frustração para mim. Como assim eu não sei a historia de Hamlet ou Macbeth??? Foi aí que eu comecei procurar o livros em uma linguagem mais simples e encontrei estas versões para crianças. Foi super legal!!

Em um dos livros o texto está todo em forma de poema e as ilustrações foram feitas pelos alunos da autora! Eu li Romeo e Julieta e Macbeth  (Lois Burdett).

O outro tem textos em prosa mas são bem resumidos. O livro tem 11 histórias e é super facil de ler. (The Children's Shakespeare - E. Nesbit).

Depois de ler estes "resuminhos" surgiu uma curiosidade ainda maior de conhecer melhor este autor. Quem sabe um dia eu não pegue um original dele. Ou eu posso considerar que lendo estes livros infantis em inglês eu já li Shakespeare no original?

Apr 17, 2014

Flor de pimentão com ovo frito!


Esta receitinha fica um delícia e estimula as crianças comerem pimentão. Bem... não posso dizer que eles comem com gosto, mas já estão se acostumando com o sabor e o prato fica lindo!

Apesar de simples, é meio trick para não deixar o ovo "fugir" por baixo do pimentão. Eu tomo o maior cuidado na hora de cortar o pimentão para ele ficar bem retinho e ainda pressiono um pouquinho na frigideira antes de colocar o ovo.

Uma amiga deu a idéia de colocar um pouquinho da clara e esperar firmar antes de colocar o resto do ovo. Vou testar! O importante é que as crianças adoram estas novidades e acabam comendo pela aparência!

O que uma mãe não faz para incentivar a criançada enjoada a comer???

Apr 16, 2014

Em algum lugar do passado

Eu assisti incontáveis vezes um filme com este nome e amava. Estou louca para ve-lo novamente mas quero ver junto com as crianças e portanto, tenho que esperar mais um pouco.

O que tenho feito e tem sido um sucesso por aqui, é pegar na Library de Toronto varios filmes antigos para assistirmos juntos. Eu acho importante conhecer um pouquinho de tudo e acho muito rico para as crianças assistirem filmes antigos e conseguirem perceber a diferença na qualidade da imagem, dos efeitos especiais e principalmente no estilo.

Já assistimos Charlie Chaplin e eles adoraram! No início foi meio estranho ver aquele filme em preto e branco onde os atores não falavam nada e de vez em quando aparecia uma pequena legenda. Mas depois de alguns minutos eles se interessarem pela historia e ficaram atentos até o final do filme! Vou pegar outros filmes do Chaplin porque eles gostaram.

A semana passada eles assistiram "Singing in the rain" e as meninas adoraram as sequencias de sapateado. O filme não é lá essas coisas, mas muitas músicas ainda fazem sucesso por aqui e são usadas em apresentações da escola ou de dança então eles já conheciam muitas delas.

Outro filme que foi um sucesso e eles assistiram 4 vezes foi o "Curtindo a vida adoidado". É um filme bem adolescente mas que agradou muito as crianças com todas as peripécias do jovem que resolver faltar da escola e aproveitar o dia com um amigo e a namorada.

"A maravilhosa fábrica de chocolate" (versão original) também agradou muito e "A noviça rebelde" é a paixão das meninas!

Alem desses eles já vira ET, Jurassic Park, Goonies, De volta para o futuro I, II e III, Gremlins, Never ending story e muitos outros... Alguns eu preciso assistir antes porque não lembro direito e nao tenho certeza se eles podem mesmo assistir.

Também gosto de mostrar para eles desenhos animados que eu gostava quando era criança ou de quando eles ainda moravam no Brasil e que não passa mais por aqui.

A preferência ainda está nas animaçoes modernas, mas tem sido interessante ver as reações deles: eles aprendem um monte de coisas enquanto eu me revivo momentos e me divirto compartilhando com eles!

E o frio continua...

A primavera bem que está tentando chegar por aqui, mas o efeito Frozen continua firme e forte. Parece que no nosso filme da vida real, a Elza ainda não foi salva pela irmã e estamos na fase do "deep, deep, deep snow!

Minhas lindas florzinhas nasceram, abriram e então, hoje amanheceu friozinho e tivemos mais de 2 cm de neve!

O jeito foi tirar a bota de neve do fundo do armário e sair mais cedo para limpar o carro! Pelo menos não acumulou no chão, o que já é uma grande vantagem!

Eu não gosto de reclamar do clima, principalmente porque eu adoro o clima de Toronto. Aqui tudo é meio exagerado: muito frio no inverno, muitas plantas e animais "brotando" na primavera, muito  calor no verão e muita folha no outono!

As 4 estações são muito bem definidas e cada uma tem a sua graça, as suas atividades, as suas cores... Nem mudou a estação e já está todo mundo pensando nela e se preparando para recebe-la em grande estilo. Não é à toa que tudo começa ser vendido com muita antescedencia e se vc não for esperto fica com as sobras de cada estação.

E ai de quem precisar de uma roupa de neve no meio do inverno ou de um biquini no meio do verao! Vai ter trabalho pra achar!

Mas este ano foi sofrido! O inverno foi rigoroso e muito muito longo! Estamos tendo neve desde novembro e o mês de março foi o mais frio que eu já vi por aqui! Eu só espero que o verão seja generoso e que a gente possa aproveitar muito!!!

Estamos todos merecendo este agrado!



Apr 9, 2014

Educar um filho em uma sociedade consumista

Eu sempre acreditei piamente na educação que estou dando para as crianças! Eu realmente estudo, leio, presto atenção, questiono, converso com o meu partner, converso com outras mães... mas educar um filho é muito complexo!

E eu fico aqui me questionando: será que está todo mundo errado mesmo e só alguns gatos pingados estão certos? Ou eu deveria seguir a corrente e fazer como todo mundo e inserir meus filhos nesta mentalidade que eu tanto critico!

O Eduardo está perdendo a amizade de um grande amigo porque não...
tem o X-Box novo!!! Os meninos da escola (a maioria) passam as tardes inteiras jogando este video game, enquanto eu obrigo meu filho a jogar board games, ler livros de arte, musica, assistir filmes antigos, ouvir rock dos anos 50, 60, 70... e jogar os mesmos jogos que os meninos, so que no iPad e não no x-box!

Falando assim, parece tudo muito legal, e é, mas apesar do discurso, eu sei que o Eduardo queria ter o jogo tambem para poder conversar com os amigos da escola. Ele está triste porque esta se afastando desse menino, mas eu acho filosoficamente errado comprar este novo jogo. Eu me recuso a virar refem dessa industria desleal!

 Ha 3 anos atras eu comprei o wii. Agora inventaram o wii U, e o wii não vale mais. Também tem o xbox novo, que em breve vai ser substituido pelo xbox - super novo e não acaba nunca!!! O problema é que os pais correm para as lojas assim que algo novo é lançado e as crianças estão sempre up to date com qualquer novidade. Mas será que na época da tecnologia, só a tecnologia importa?

Eu não sou do tipo saudosista, que acredita que minha infância sim é que foi boa... eu acho que a infancia hoje em dia tem muitas vantagens, muitas facilidades e é muito rica. Por acreditar nisso, eu quero que meus filhos tirem o melhor proveito possivel de tudo e usem toda esta tecnologia para adquirir conhecimento geral!

O problema é que nós não vivemos em uma bolha e as pressões dos amigos é forte. Jamais passou pela minha cabeça que crianças de 10 anos de idade pudessem usar a hora do lanche para discutir as novas fases de um video game! Especialmente aqui onde as crianças tinham um mundo de neve para brincar e agora têm um gramado enorme para jogar bola, correr e exercitar o corpo!

Sem contar que agora os meninos não querem mais ir na casa do amigo. Pra que??? Eles jogam x-box juntos, cada um na sua casa! Não é a toa que os jovens hoje só conseguem conversar atraves de um teclado!

E as mães adoram!!! Veja que vantagem: seu filho fica jogando a tarde inteira, com os amigos da escola (seguro), não te enche o saco, não bagunça a casa, não traz criançada para fazer bagunça, vc não precisa se preocupar com comida para amiguinhos, não tem briga, barulho, confusão e vc não tem que se responsabilizar por filho dos outros aos seus cuidados! PERFEITO!!!

Mas será que esse é mesmo o ideal? Como essas crianças estão aprendendo a se relacionar com outras pessoas? O que estas crianças estão aprendendo do mundo que está girando ao redor delas? Em que momento estes pais conversam com seus filhos (conversar no sentido de bater papo, de contar historias da vida, responder as perguntas que as crianças fazem em geral).

Eu fico triste de ver o meu filho triste, mas me custa acreditar que entrar nesta competição de quem tem mais jogos, mais dvds, o mais novo video game seja bom para uma criança?jovem?adulto... é ridiculo, é mediocre e não vai ajudar as minhas crianças a serem pessoas melhores quando crescerem!

O difícil é balancear tudo isso e não tirar deles oportunidades! O que fazer?

Apr 6, 2014

Montgomery's Inn

Hoje foi dia de visita histórica em Toronto: nós fomos conhecer o Museu Montgomery's Inn que fica aqui perto de casa!


Essa casa, que fica na Dundas X Islington era a casa de um casal Irlandes, que montou um "barzinho" para os Irlandeses se encontrarem. Mas como muitos novos irlandeses estavam chegando da Europa, ele também davam pousada e alimentação até as pessoas conseguirem se organizar por aqui.


O local é pequeno mas dá pra se ter um boa idéia de como funcionavam as coisas naquela época!


Ás quartas feiras, eles têm uma espécie de feira onde vendem vegetais, pão assado na hora, queijos e outros produtos produzidos aqui em Ontario. Nunca fui, mas vou conferir qualquer dia.


Haviam varios grupos fazendo visita guiada, mas nós preferimos pegar o mapinha e seguir nosso proprio caminho, rs. Nós detestamos visita guiada: talvez por preconceito ou  talvez por que seja muito chato mesmo, rs.


Em uma das salas estava havendo um Recital e dois cantores de ópera estavam se apresentando! As meninas acharam interessantes, mas não ficamos assistindo. Se bem que nem precisava porque se ouvia a vós da cantora pela casa inteira.


Foi interessante ver como era a vida em Toronto no século XlX e constatar que muita coisa mudou, mas os conceitos continuam os mesmos: camas, mesas, cadeiras, utensilhos de cozinha, sofás, moveis em geral... tudo continua muito semelhante e muitas coisas voltaram à moda, rs.


Pra quem gosta de história, vale a pena conferir: Montgomery's Inn.

Apr 5, 2014

Aprendendo português com as princesas

Há mais ou menos 4 anos atrás, eu estava brigando com as crianças para mante-los falando português. Eu até comentei sobre minha luta aqui e recebi várias dicas interessantes que muito me ajudaram!


Hoje, depois de muita luta, eu posso dizer que tudo valeu a pena e que as crianças são fluentes em português! Eles cometem alguns erros, fazem algumas traduções literais que ficam esquisitíssimas, misturam um pouco algumas palavras, mas no frigir dos ovos, conseguem conversar com qualquer pessoa em português, assistem qualquer programa, entendem músicas e para minha alegria infinita, tanto o Eduardo (10 anos) como a Helena (8 anos) estão conseguindo ler!


Tudo bem que ler em português não é lá muito difícil para quem fala. Com um pouco de atenção e boa vontade, dá pra adivinhar o que está escrito. Mas nem por isso o meu orgulho diminui porque os dois estão se esforçando para fazer isso e interessandos em aprender.


Bem, mas o que foi mesmo que eu fiz???


Primeiramente, mantive o português como lingua oficial de casa. Aqui nós só falamos em português a maior parte do tempo e muitas vezes, quando estamos na rua, nós conversamos em português também.


Como as meninas adoravam as princesas, eu baixei da internet todos os filmes das princesas em portugues. E para que o Eduardo não ficasse por fora, muitos outros filmes do interesse dele. Antes de dormir, eu também lia alguns livros em português. Tudo bem que eu tinha poucos e ficaram meio repetitivos, mas eu insisti por um tempo, rs. Também contava histórias em portugues, musiquinhas e ouviamos muitos Cd's brasileiros.


Este contato constante com a lingua foi muito importante para consolida-la na cabecinha deles e hj eles se sentem confortáveis com as duas. O inglês ainda é a lingua preferida: é mais facil para eles se expressarem e muitas vezes eu tenho que traduzir para eles entenderem algumas coisas que eu falo, rs... mas ele está lá: o português foi gravado naquelas cabecinhas e acho difícil eles perderam.


E o melhor: eles adoram falar a nossa lingua mãe: adoram aprender novas palavras, novas expressões, um código secreto quase só nosso mas que abre portas para outros códigos secretos como o espanhol e o francês!


Meu conselho pra todos os pais: não tirem dos seus filhos a oportunidade do bilinguismo! A riqueza do conhecimento ninguem vai poder tirar deles nunca!





Mantendo o Português das crianças

- Mama, eu posso comer as sereias? - Acho melhor voce comer as cerejas!