Skip to main content

Uma mesa de ping pong!!!

A minha rua é uma ruinha sem saída muito tranquila onde a maioria dos moradores vivem há muitos anos... desde que tinham filhos pequenos, ou seja, é uma rua cheia de jovens acima dos 20, casais acima dos 55 e alguns idosos acima dos 70!!! Minha família é quase a caçulinha da rua e portanto, não tem muitas crianças por aqui.

Aqui no começo da rua, meus vizinhos próximos já mudaram totalmente de fase com os filhos e entraram naquele momento terrivel em que começamos doar os brinquedos antigos para abrir espaço para as coisas novas!!!

E tem coisa melhor do que doar aqueles brinquedos, livros, jogos, bolas, tacos, bichinhos de pelúcia, moveis, etc etc etc para alguem que vc conhece, que more perto, que tenha crianças e que não sabe dizer não???

Pois meus vizinhos encontraram a pessoa certa!!! Eu sempre acabo aceitando tudo e mais, pensando no valor sentimental de cada coisa, eu sempre arrumo uma utilidade pra tudo.

A ultima grande aquisição foi uma mesa de ping pong que meu vizinho da frente doou no ano passado. Eu e o Sergio fomos buscar a mesa pesadona e foi um parto coloca-la no basement e depois de montada, ficou lá por quase um ano, ocupando espaço e juntando poeira!!!

Muitas e muitas vezes, eu olhei para ela e fiquei me perguntando onde estava com a cabeça de encher meu basement com aquela "tranqueira"!!! E assim o tempo foi passando!

Nestas ultimas férias de verão, meio desanimados com as baixas temperaturas, eu e as crianças tivemos a ideia de brincar de ping pong um dia! Foi tãooooo legal, tão divertido, tão prazeroso, que eu fiquei me perguntando por que nunca demos a devida atenção àquela mesa que esteve alí, á nossa disposição por quase um ano!!!

Eu comprei umas 30 bolinhas e temos treinado quase todos os dias. Sempre damos uma escapadinha para jogar um pouquinho e ela já virou o centro das atenções do basement. O negocio funcionou tanto que um amigo do Edu esta querendo uma também e a menos que eu esteja muito enganada, o ping pong vai ser a atração do próximo inverno!

Apesar do sucesso do ping pong, eu ainda sinto um frio na espinha quando vejo meus vizinhos arrumando a garagem das suas casas!!! Se eles me chamam com a porta da garagem aberta, eu já começo rezar para ser algo pequeno!!!