Feb 25, 2015

Professores que fazem a diferença

A província de Ontario está passando por uma crise "sem precedentes" no ensino de matemática. No último ano letivo (2013-2014) a nota da província no exame do EQAO foi de :

- 67 para as crianças do grade 3:  o que significa que apenas 67% das crianças da província atingiram os níveis aceitáveis pela província.

- 54 para as crianças do grade 6: o que significa que apenas 54% dessas crianças atingiram os níveis aceitáveis.

Grande parte das escolas tiveram problemas este ano, mas este processo de degradação do ensino de matemática vem acontecendo já há alguns anos e mesmo escolas boas estão vendo suas notas caírem ano a ano.

Pra se ter uma idéia, na escola onde meus filhos estudavam antes, 78% das crianças do grade 6 atingiram os níveis 3 e 4 (é o padrão que a província exige) em 2010/2011 (ano que meus filhos foram para lá). No ultimo EQAO, a escola teve apenas 57% dos alunos acima dessa média.

Segundo a professora do Eduardo, está havendo um problema sério no ensino de matemática, especialmente nos grades 2, 3 e 4. As crianças não estão aprendendo as 4 operações de maneira efetiva e entendendo como usar cada uma delas na resolução dos problemas.

Ela não disse, mas eu sei que os professores preferem entregar uma calculadora na mão das crianças que mal sabem somar ou diminuir. Eu levei um susto quando descobri que meu filho não sabia dividir 3 números por 2 números, por exemplo.

Apesar de achar o uso da calculadora errado, a professora do Eduardo (grade 6) acha perfeitamente aceitável e disse que é uma ferramenta importante no ensino da matemática, entretanto, ela é apenas uma ferramenta, quem vai decidir qual a conta que vai ser feita, tem que ser a criança. Mas infelizmente, as crianças estão recebendo a ferramenta antes de aprender a fazer conta.

O fato é que todo mundo está vendo o desastre mas eu não estou vendo muita coisa sendo feita. Somente algumas ações pontais de alguns professores.

Fiquei feliz em saber que a escola do Eduardo teve a sorte de encontrar alguns desses professores. Eles estão tendo toda terça feira o Clube de Matemática. O objetivo do programa e treinar os alunos para o uso das 4 operações. Eles ajudam na lição de casa e ainda dão exercícios extras seguindo um método parecido com o Kumon.

Todos os alunos podem participar, mas a professora "convida" alguns alunos a participarem, rs. Na reunião de pais, eu "convidei" o Eduardo a participar do programa. Eu sempre faço muitos exercícios com eles aqui em casa, mas acho que nunca é demais.

A expectativa é de que as crianças consigam aprender o que as professoras dos grades anteriores não estão conseguindo ensinar. O mais triste é que grande parte dos pais não têm a menor condição de ajudar seus filhos ou pelo menos perceber que existe algum problema no ensino que eles estão recebendo na escola.

A estas crianças resta a esperança de que a província reformule o ensino de matemática e preencha esta lacuna que piora ano a ano em Ontario.



Feb 22, 2015

Blue nasceu pra viver aqui

Muita gente reclama do frio, do inverno, da neve... mas eu conheço alguém que simplesmente ama tudo isso aqui e não reclama de nada.

Se eu topasse, o Blue passaria o dia lá fora, correndo e comendo neve!!! Da até vontade de ir brincar com ele!

Feb 21, 2015

E o que fazer quando neva

No inverno eu gosto mesmo é de ficar dentro de casa!!! Adoro preparar comidinhas quentinhas, assistir filminhos em família, tomar um vinho ao lado da lareira...

Mas minha família não combina muito com meu gosto e o povo gosta mesmo é de ficar lá fora!!! Apesar de reclamar muito de limpar a neve, ela torna o nosso inverno muito melhor!!! Olhar pela janela e ver tudo branquinho é maravilhoso! A paisagem fica mais atraente e parece que o sol fica mais forte porque reflete aquele branco todo!!!

 O boneco de neve é o básico: nevou, todo mundo corre lá fora para ver se vai dar pra fazer um. O problema é que existem muitos tipos de neve e para construir um boneco de neve legal é preciso a "packing snow": é quando a neve está meio molhada e ao ser pressionada ela se compacta e fica no formato!!! Quando a neve está assim é super fácil fazer as bolas de neve porque basta rolar uma bolinha de neve no chão para a neve do chão ir grudando nela e formando bolas grandes!!!

Sabe aquele efeito dos desenhos quando alguém cai na neve e vira uma bola de neve... é mais ou menos assim mesmo!

Patinar no gelo também é super legal! Aqui em Toronto temos varias pistas de patinação públicas: é chegar, colocar o seu patins e brincar. Muitas delas também alugam o equipamento (patins e capacete). Eu aconselho todo mundo que está aprendendo a usar capacete e de preferência com proteção para a face! Já conheci varias crianças e até adultos que caíram no gelo e quebraram os dentes da frente!

Eu aprendi andar no ano passado, mas não consegui ficar totalmente segura na pista, principalmente depois que uma amiga quebrou o pé e ficou vários meses de molho. Mas me arrisco de vez em quando para acompanhar as crianças.

Esquiar também é uma opção divertida e cheia de opções por aqui. Infelizmente não é muito barato porque além de ter que pagar para usar as pistas, é preciso alugar o equipamento todo. Pra quem pretende esquiar varias vezes na temporada eu acho que vale a pena comprar os esquis. O Eduardo vai todo ano com a escola e ama!!! Ele vive tentando nos convencer a ir também e talvez façamos a nossa estreia neste final de fevereiro... vamos ver como as temperaturas ficam.

Mas o que eu mais gosto de fazer na neve é descer os morros com prancha (sled).  Bastou nevar e a criançada começa choramingar para leva-los aos parques. Qualquer morrinho faz a alegria de todo mundo: e muito divertido!!!

Este ano as crianças estão querendo inovar e ficam tentando descer em pé na prancha!!! O bom é que a neve amortece a queda e mesmo ralando ladeira abaixo, ninguém se machuca!!!

O fato é que apesar do frio, não tem como não se divertir quando a branquinha cai... limpar a frente da casa é trabalhoso e muito cansativo, mas depois... é só alegria!!!




Feb 19, 2015

Não sei do que você está falando...

Os cachorros não falam, mas suas carinhas dizem tudo!!!

O Blue está super tranquilo, agora que a adolescência passou. É um anjo de cachorro, não faz pirraça mesmo quando fica sozinho por horas, não destrói a casa ou outros objetos. Só de vez em quando, ele pega pecinhas de Lego para mastigar.

 Mas ele tem critério: as pecinhas que estão na mesinha do Lego são proibidas!!! No entanto, as pecinhas que estão no chão, ele considera que é lixo e mastiga tudo!!!

O grande problema do meu menininho peludo é a fome insaciável!!! Ele vive para comer e só pensa nisso. Treina-lo com comida é a coisa mas fácil do mundo porque ele faz qualquer coisa para receber um petisco. Eu assovio e ele pára o que esteja fazendo e vem correndo: chega perto de mim, senta e dá a pata! Um fofo!

O problema é quando a fome de leão se junta à solidão: se eu saio de casa e deixo qualquer coisa ao alcance de sua boquinha delicada... ele devora! E com seu tamanho avantajado, fica fácil as coisas ficarem ao alcance da sua boquinha.

Com o pudim de leite foi quase isso que aconteceu! Eu tirei o pudim do forno e já virei em um prato ainda quente. Normalmente eu espero esfriar mas naquele dia, não sei porque, eu virei e deixei no prato verde. Coloquei em cima da pia e fui levar o lixo orgânico na garagem: não demorei nem 5 minutos!!!

Mas foi tempo suficiente para o Blue ficar em pé no balcão e comer o pudim inteiro (e quente!!!!). Não sei como ele conseguiu comer aquele negocio quente como estava!!!

No mesmo dia que o Blue atacou o pudim de leite condensado feito com a única lata de Leite Moça que minha sogra trouxe do Brasil para agradar a norinha... eu vi uma reportagem super bem humorada sobre os travessos com carinha de culpado,  no Tumblr.

E aproveitei para tirar esta foto do meu culpadinho!!! E foi fácil deixa-lo assim, com cara de "não sei do que vc está falando".

Bastou eu mostrar o prato verde onde o pudim estava!

Feb 16, 2015

Mãe e filha conversando (eu sou a filha)

- Filha, eu acho que liguei errado porque ninguém atendeu.

- Eu tentei atender, mas minhas mãos estão tão secas que não consegui. Tive que passar um creme pra conseguir atender o celular.

- Nossa filha, vc precisa começar passar creme nas mãos, senão quando tiver 40 anos já vai estar com mãos de velha.

- Impossível mãe, eu não vou mais completar 40 anos.

- Credo filha, por que?

- Porque eu tenho 44.

- Não me fala!!! Então minha filha caçula já passou dos 40?

- Pois é, o tempo passa pra todo mundo!!

Ficamos um tempão rindo!!!

Acho que a distância faz dessas coisas. Nós nos vimos uma vez em 2012, quando ela veio me visitar. Foram 15 dias grudadas, mas apenas 15 dias em 6 anos! Acho que precisamos agendar outro encontro! É uma saudade que não tem fim!

Feb 14, 2015

Ainda sobre o frio...

As pessoas sentem o frio de maneiras muito diferentes e eu sou A FRIORENTA!!! Sou a que está sempre mais agasalhada e invariavelmente com as mãos e/ou pés frios.

Então certa vez, nós fomos no zoológico de Toronto no inverno (todo ano a gente vai) e depois de algumas horas, eu não estava mais aguentando as minhas mãos frias. Parecia que eu estava sem luvas!

O meu marido super atencioso, ficou com peninha dos meus dedos congelados e gentilmente me cedeu as luvas dele, mas logicamente que minhas luvas não serviram na mão dele e ele ficou sem luvas.

Depois de um tempo, minhas mãos continuavam doendo de tão geladas e as mãos dele, mesmo sem luvas, continuavam quentinhas!!

Feb 13, 2015

Hoje eu passei frio!

Estou no meu sexto inverno no Canadá e apesar de estar sendo muito muito mais tranquilo que o inverno passado, este eu estou sentindo mais na pele, literalmente!

Eu sempre levei as crianças para a escola de carro e sempre descia do carro, acompanhava até o pátio, esperava formar a fila, ficava olhando até a ultima criança entrar na escola (neurose de mãe brasileira - nunca deixei nenhuma criança ficar do lado de fora da escola sozinha)... mas como nos dias muito frios as crianças entram na escola assim que chegam, eu nunca fiquei muito exposta a baixíssimas temperaturas. Nesses dias de temperatura muito baixa, eu deixava as crianças na porta da escola e nem descia do carro. Eles já entravam e eu ia embora.

Só que agora, eu vou a pé levar e buscar as meninas e tenho que dizer: estou penalizada com a situação de todas as pessoas que andam de transporte público ou que caminham por ai!!!

Hoje, quando voltei da escola com as meninas, eu literalmente chorei! Chorei de dor na testa por causa do vento gelado que vinha na nossa direção! Eu fiquei desesperada com aquela sensação e andei o mais rápido que pude, ate chegar na esquina da minha rua, onde pude virar de costas para o vento e esperar as meninas.

O que me deu mais raiva foi ver as duas brincando com as montanhas de neve como se estivessem na areia da praia!!! E ainda têm a coragem de chegar em casa com as mãos e os pés quentinhos!!!  Para o meu caso, não existem acessórios que consigam manter minhas mãos, pés e agora testa aquecidos. Tudo o que as pessoas indicam eu compro, tento, faço, mas estou sempre com frio nas extremidades.

Aliás, sinto frio dentro de casa também. E gosto dos 24 graus!!! Mas tanto as crianças quanto o cachorro reclamam do super aquecimento, então mantenho a temperatura nos 21 e uso uma blusinha
quentinha!

Hoje estamos com alerta de baixas temperaturas: nesta sexta pela manhã teremos -25 com sensação de -35! Nestes dias, o melhor é ficar em casa, curtir a lareira e apreciar o branquinho lá fora pela janela: fechada!!!

PS: claro que eu não vou poder fazer nada disso porque tenho reunião com a professora do Eduardo as 9:30!!! Imaginem como estou animada!!!!

Feb 12, 2015

Aulas de música: amor e ódio se encontrando

Eu conversei com as crianças e perguntei qual instrumento musical eles gostariam de tocar.

O Eduardo escolheu a guitarra elétrica mas, para minha surpresa, ele não quis ir para nenhuma escola ou aula particular: ele quis que o Sergio o ensinasse.

Sei lá, eu sempre achei que santo de casa não faz milagres, ainda mais quando o santo é da casa mas passa a semana inteira fora... de qualquer forma eles começaram as aulas no início de janeiro e parece que a coisa está funcionando. Todo dia o Eduardo estuda um pouquinho e nos finais de semana, o Sergio dá uma nova aula. O Sergio está bem animado com o desenvolvimento dele e acha que em breve vai ter que procurar um professor porque o aluno vai alcançar o nível do mestre.

A Helena escolheu o piano. Bem na verdade, a minha conversa com eles foi muito por conta de uma insistência da Helena, que vinha me pedindo aulas de piano desde o inicio de 2014. Ela está tendo aulas em uma escola de música e eu estou gostando muito da professora. E a Helena está se dedicando também: ela estuda todos os dias, faz os exercícios e sempre que tem  um tempinho livre fica dedilhando o nosso piano!!!

Sim, nós temos um piano e a historia dele merece um post só pra ela (em breve)!!!

E a Luísa quis aprender violino. Eu bem que tentei dissuadi-la dessa ideia, mas como diz o Sergio: "a criança tem que aprender o instrumento que gosta". Ok, a Luísa está aprendendo violino.

O que eu aprendi sobre o instrumento, neste período em que estou pesquisando a respeito foi que não valia a pena comprar um violino no início. Como o instrumento tem que ser adequado ao tamanho de cada criança, valia a pena alugar um e ir trocando de acordo com o crescimento dela.

Apesar da animação da primeira semana, a Luísa definitivamente não gostou muito da professora e eu acho que não consegue entender direito o sotaque dela (chinesa). E ficamos aqui na luta!!! Ao mesmo tempo que ela parece gostar do instrumento, ela reluta em praticar e eu tenho a impressão de que os exercícios que a professora manda para casa não fazem sentido para a Luísa. Na verdade, eu não sei se ela entende exatamente o que tem que fazer.

Para ajuda-la, eu estou estudando tb e vendo como posso tornar os exercícios mais lógicos para ela.

Então ontem, antes de sairmos para a aula, ela estava chorando e pedindo para parar. Apesar de achar que ela tem jeito para música e achar que o violino pode sim ser um instrumento legal para ela, nós combinamos que ontem seria a última aula (porque já estava paga, rs) e que eu cancelaria a matrícula.

Só que ao chegar na escola, um rapaz veio buscar a Luisa e avisou que mãe dele não pode ir ontem e ele veio substitui-la. Que diferença faz na última aula, né? Mas enquanto a Luisa estava na classe, eu resolvi esperar antes de cancelar a matricula: sei lá de onde veio esse click que nós faz esperar antes de agir!

Quando a Luisa apareceu, era outra menina! O sorriso ia de orelha a orelha e ela não parava de falar. Me contou como foi a aula inteira, me mostrou o livro e falou da música que ela aprendeu a tocar e não deixou ninguém ajuda-la com o violino!

- Luisa, vc ainda quer que eu cancele a matrícula?

- NÃO!!! Eu quero continuar fazendo as aulas!

E agora??? Espero mais um pouco ou mudo de professor?

Feb 11, 2015

Star wars

Eu nunca assisti os filmes Guerra nas Estrelas. Não é o tipo de filme que eu gosto, nunca me interessei, meus amigos tb não gostavam... sei lá...

Pra não dizer que desconheço a série, eu vi "O Retorno de Jedy" mas não me lembro de absolutamente nada.

Mas não resta dúvidas que a série de filmes é sucesso ainda hoje, na biblioteca de Toronto tem fila de espera para pegar as fitas e os fãs são apaixonados.

Depois de muita espera, eu finalmente recebi a fita IV, a qual vários amigos sugeriram como o primeiro a ser assistido. Coloquei para as crianças e em menos de 20 minutos de filme, todo mundo tinha abandonado a sala. Eu mesma tive algo "importante" para fazer e acabei abandonando o filme bem antes da metade.

Ontem fez uma semana que eu trouxe a fita e como haviam vários pedidos de reserva, não pude renova-la. Hoje chegaram as fitas V e VI, que seriam as próximas a serem assistidas e os episódios I, II e III já estão a caminho, mas vou devolver tudo sem assistir e esperar mais um tempo.
Pelo jeito o público ainda não está preparado para essa paixão mundial!

Vou atacar de Jerry Lewis... quem sabe!

Feb 10, 2015

A palavra mal usada

Essa vida bilíngue causa muitas confusões na cabecinha das crianças e as vezes nas traduções os significados se perdem.

Eu estava contando para as crianças porque eu fiquei com problema no joelho durante a faculdade. Falei dos livros que eu carregava, do ônibus lotado, depois do meu apartamento no Crusp e a distância que eu andava da faculdade até o apartamento. Então o Eduardo pergunta:

- Mas não era perigoso andar sozinha à noite?
- Era.
- E vc nunca foi assaltada?
- Não.
- É... mas o ladrão devia olhar pra vc e pensar: eu não vou assaltar aquela menininha useless ( inútil).


Eu entendi o que ele quis dizer: eu estava contando que era pobre e tinha que andar a pé, não tinha dinheiro pra ficar pegando ônibus, menos ainda comprar carro. Faz sentido que os ladrões não pensassem em assaltar um aluno do CRUSP, mas até hj de manhã ele estava pedindo desculpas e tentando se explicar!

Feb 4, 2015

Primeira foto juntos

Eu comecei namorar com o Sergio no dia 11 de dezembro de 1998!!! Faz tempo, né?

Eu era estagiária e ele fazia mestrado no IPT, em São Paulo. Nesta época, além do mestrado e dos trabalhos como engenheiro na Engenharia de Minas da Poli-USP, ele também tocava guitarra, ou seja, era um namorado pra lá de ocupado... perfeito para uma estudante do curso de Farmácia, que fazia estágio durante o dia e tinha aulas à noite e aos sábados!

Mas depois do pedido de namoro, o Sergio me convidou para ve-lo tocar em uma apresentação que ele faria em Osasco e claro que eu aceitei!

Alguns amigos dele, e futuramente meus, também foram e nos fotografaram, mas eu nunca tinha visto as fotos. Pra ser sincera, eu nem sabia que eles tinham fotografado o show (será que esta sou mesmo eu????).

Ontem, nossa amiga, procurando fotos para comemorar os 80 anos da sogra, encontrou algumas fotos daquele dia e escaneou pra gente... foto digital, em 98, no Brasil???

Foi muito legal ver estas fotos e lembrar daquele dia! Quando que eu imaginaria que 16 anos depois estaríamos vendo esta foto pela primeira vez, em nossa casa no Canadá, com 3 filhos e tantas histórias vividas!

O tempo passa rápido demais, mas cada segundo tem valido a pena!

Feb 3, 2015

VARIEDADE

Eu sou Bioquímica e apesar de não trabalhar há 11 anos, desde que o Eduardo nasceu, eu continuo sendo bioquímica. Talvez eu não me lembre mais de todas as enzimas do Ciclo de Krebs ou todas as vias metabólicas do nosso corpo, mas eu sei bem como a coisa funciona.

E sei também que existe muita desinformação quando se fala em saúde, especialmente quando se fala em alimentação.

Meu amigo Wagner, fez a faculdade de Bioquímica junto comigo e hoje é professor de bioquímica em uma das melhores faculdades de medicina do Brasil. Ele não só lembra das vias metabólicas como se aprofundou no conhecimento delas em anos de estudo e, acho que todos deveriam ler este texto que ele publicou em seu FB hoje de manha!

Eu tenho certeza que vcs terão uma alimentação muito mais saudável se seguirem os conselhos dele!


"Diariamente escuto reclamações de que os cientistas mudam de opinião o tempo todo sobre os benefícios e malefícios dos alimentos e tenho que concordar, mudamos sim porque tudo é controverso dependendo da forma como se olha. Eu especificamente desenvolvo projetos nesta área e o que posso afirmar pra vocês é que qualquer dieta baseada em poucos elementos ou em repetições constantes, é ruim.

VARIEDADE é a chave!!!

Chá verde tem alguns possíveis benefícios, mas se você tomar 1 litro por dia todo dia, vai fazer mal.

Ácidos graxos ômega 3 apresentam alguns possíveis benefícios, mas se você suplementar todo dia ou comer muito das fontes, vai fazer mal.

Se você comer 6 ovos todos os dias, porque seu instrutor da academia mandou, vai fazer mal.

Acerola é rica em vitamina C, mas se você tomar suco de acerola todos os dias, vai fazer mal.

Se você se encher de "detox" e "antioxidantes" todo dia, seu sistema imune vai chorar. (A propósito, não há benefício nenhum no uso de antioxidantes e detox, da maneira que vocês estão usando, ok?!)

COM EXCEÇÃO DE ÁGUA, qualquer coisa que você encasquetar que faz bem e ingerir MUITO de uma vez ou TODO DIA, vai fazer mal. TUDO!!!

Como a gente muda mesmo de ideia e vai continuar mudando, conforme estudamos mais, a única certeza de saudável que você pode ter é que a VARIEDADE sempre ganha. Supre de tudo e não gera excesso de nada.

Variedade de tudo. Não exclua grupos como carnes ou grãos, ou laticíneos, ou ovos, ou qualquer coisa.

Acreditem! Da mesma forma que a mídia marketeira aponta aspectos negativos de cada grupo alimentar, podemos apontar coisas positivas e que são insubstituíveis para cada um. Quem exclui algo sempre sai perdendo!!! Pode perder muito ou pouco, pode perceber logo ou não, mas perde.
Em vez de excluir, varie!!!

Wagner: um bioquímico que fica triste de ver os modismos sem lógica, com as exclusões difíceis e caras que não constribuem para nada."

Feb 2, 2015

E o inverno veio com tudo neste 2 de fevereiro

 
Hoje é o Groundhog day!!! Os dois famosos groundhogs canadenses não viram suas sombras, o que teoricamente indicaria que a primavera está chegando mais cedo este ano!!! Entretanto, o weather canada (me parece mais confiável) acha que os bichinhos foram enganados pela forte neve que está caindo por aqui, rs.

O fato é que hoje acordamos com mais de 20 cm de neve na porta e temperaturas bem baixas (-25 de sensação térmica).  Os ônibus escolares foram cancelados e apesar das escolas estarem abertas em Toronto, muita gente não mandou os filhos para a escola. O Edu ficou em casa porque minha rua está em péssimas condições, mas as meninas eu levei porque... bem, não tinha desculpa já que a escola fica a  o de 100m da minha casa!

Nas cidades vizinhas, as escolas estão fechadas hoje e em Sarnia... o Sergio ficou preso no apartamento até quase 10 da manhã. Agora conseguiu sair mas as ruas estão perigosas, não tem ônibus, as escolas estão fechadas e continua nevando muito. Alguns bairro mais afastados do centro de Sarnia estão com 2 pés de neve.

Eu não estou reclamando de nada, afinal, por causa das previsões todas, meu marido foi embora no sábado à noite. Agora eu quero que o clima compensa o sacrifício desse dia a menos junto com ele.

Mantendo o Português das crianças

- Mama, eu posso comer as sereias? - Acho melhor voce comer as cerejas!