Skip to main content

Professores que fazem a diferença

A província de Ontario está passando por uma crise "sem precedentes" no ensino de matemática. No último ano letivo (2013-2014) a nota da província no exame do EQAO foi de :

- 67 para as crianças do grade 3:  o que significa que apenas 67% das crianças da província atingiram os níveis aceitáveis pela província.

- 54 para as crianças do grade 6: o que significa que apenas 54% dessas crianças atingiram os níveis aceitáveis.

Grande parte das escolas tiveram problemas este ano, mas este processo de degradação do ensino de matemática vem acontecendo já há alguns anos e mesmo escolas boas estão vendo suas notas caírem ano a ano.

Pra se ter uma idéia, na escola onde meus filhos estudavam antes, 78% das crianças do grade 6 atingiram os níveis 3 e 4 (é o padrão que a província exige) em 2010/2011 (ano que meus filhos foram para lá). No ultimo EQAO, a escola teve apenas 57% dos alunos acima dessa média.

Segundo a professora do Eduardo, está havendo um problema sério no ensino de matemática, especialmente nos grades 2, 3 e 4. As crianças não estão aprendendo as 4 operações de maneira efetiva e entendendo como usar cada uma delas na resolução dos problemas.

Ela não disse, mas eu sei que os professores preferem entregar uma calculadora na mão das crianças que mal sabem somar ou diminuir. Eu levei um susto quando descobri que meu filho não sabia dividir 3 números por 2 números, por exemplo.

Apesar de achar o uso da calculadora errado, a professora do Eduardo (grade 6) acha perfeitamente aceitável e disse que é uma ferramenta importante no ensino da matemática, entretanto, ela é apenas uma ferramenta, quem vai decidir qual a conta que vai ser feita, tem que ser a criança. Mas infelizmente, as crianças estão recebendo a ferramenta antes de aprender a fazer conta.

O fato é que todo mundo está vendo o desastre mas eu não estou vendo muita coisa sendo feita. Somente algumas ações pontais de alguns professores.

Fiquei feliz em saber que a escola do Eduardo teve a sorte de encontrar alguns desses professores. Eles estão tendo toda terça feira o Clube de Matemática. O objetivo do programa e treinar os alunos para o uso das 4 operações. Eles ajudam na lição de casa e ainda dão exercícios extras seguindo um método parecido com o Kumon.

Todos os alunos podem participar, mas a professora "convida" alguns alunos a participarem, rs. Na reunião de pais, eu "convidei" o Eduardo a participar do programa. Eu sempre faço muitos exercícios com eles aqui em casa, mas acho que nunca é demais.

A expectativa é de que as crianças consigam aprender o que as professoras dos grades anteriores não estão conseguindo ensinar. O mais triste é que grande parte dos pais não têm a menor condição de ajudar seus filhos ou pelo menos perceber que existe algum problema no ensino que eles estão recebendo na escola.

A estas crianças resta a esperança de que a província reformule o ensino de matemática e preencha esta lacuna que piora ano a ano em Ontario.