Skip to main content

Posts

Showing posts from July, 2015

Mudanças e aprendizados

ou seriam aprendizados e mudanças??

O fato é que estamos deixando Toronto!

Não foi uma decisão fácil, não está sendo fácil a preparação e menos ainda as despedidas. Cada vez que eu saio de casa, cada lugar por onde eu passo, cada coisinha que eu faço, fica sempre aquele pensamento de que pode ser a última vez que eu faço aquilo por aqui, a última vez que converso com aquela pessoa, que faço aquele caminho, que compro naquela loja aqui em Toronto. São milhares de possíveis ultimas vezes e tudo tem um tom melancólico de despedida e saudade.

Nesta cidade eu aprendi de verdade como as coisas funcionam neste Canadá onde eu vivo. Neste pedacinho de Canadá com praticamente 50% de imigrantes, onde a maioria das pessoas vivem em guetos e tentam de todas as maneiras não se adaptar, não cortar os laços com seus países de origem e tentam criar os seus filhos como se ainda estivessem em suas terras amadas.

Eu mudei muito de idéia por aqui: fiz o que dizia que jamais faria, voltei atrás varias vez…

Eu laio

Hoje a Helena tem jogo e eu não poderei assistir. Infelizmente o jogo da Luisa é no mesmo horário e eu vou deixar o Edu com a Helena e vou levar a Luisa.

H   - Mamãe, será que vou fazer gol hoje?
Eu - Com certeza Helena, porque eu não vou estar lá.
H   - Como vc não vai estar lá, eu posso lie (mentir).
Eu - Por isso que eu vou deixar o Edu com vc.

Edu - Se me pagar bem, eu laio !

O gene da imigração

São muitos os motivos que levam as pessoas a imigrarem e minha família, pelo jeito, tem o gene da imigração super expresso!

Eu sempre tive muito interesse em conhecer as minhas raízes, de onde vim, quem eram aquelas pessoas corajosas que em tempos tão difíceis se aventuraram em um navio por mais de um mês em direção ao Brasil.

Quando descobri a digitalização dos registros do Museu da Imigração de São Paulo, eu comecei procurar por aquelas pessoas que tanto amo e pouco conheço. Visitei o museu varias vezes e vasculhei a internet de varias formas, mas nunca tinha encontrado nada, ate ontem!

Não sei bem como funcionam estas coisas, mas de repente aparece aquela ideia e as coisas se encaixam.

Eu estava assistindo o programa Estrelas, vejam so, pela internet porque me recuso a ter Globo internacional, rs. a Angelica entrevistava a atriz Laura Cardoso exatamente no Museu da Imigração e elas procuravam pela "família" da Laura e me veio um pensamento de que talvez, por um milagre, …