Skip to main content

Casa Nova

O tempo passa muito rápido e já faz pouco mais de um mês que estamos morando em Sarnia. Na verdade, nossa casa não fica em Sárnia mas em um bairro a 15 minutinhos do centro da cidade, chamado Bright's Grove. Pra chegar aqui passamos por varias pequenas fazendas que rodeiam a cidade.

É interessante porque em muitos lugares, quando eu digo que moro em Sarnia e dou meu endereço, eles me corrigem dizendo que não, eu moro em Bright's Grove.

Quando fui atualizar meu endereço para poder votar este ano, eu tive que colocar Bright's Grove como cidade para eles me mandarem para uma escola perto de casa.

A vizinhança por aqui não difere muito de uma vizinhança de cidade do interior brasileiro: na primeira semana todo mundo já me conhecia e sabia nossa história. Todo mundo é muito simpático e prestativo.

As crianças estão amando tudo: já no primeiro dia de aula fizeram muitas amizades e sempre tem alguém na porta procurando por um deles. Esta vida "na rua" está sendo uma novidade enorme para os três e eles estão amando!!!

O vídeo game e a televisão passam o dia abandonados e de repente eu estou sentindo que meus filhos estão experimentando a infância que eu tive lá na Vila Aurora, zona norte de São Paulo, rs.

O Sergio está super feliz também com a possibilidade de ter a família todo dia no final do expediente e de quebra, nós ganhamos as tardes de sexta feira para ficarmos juntos. Muitos amigos nos deram ideias incríveis de como gastar este tempo sozinhos, mas ainda estamos com tantos problemas que estamos almoçando rapidinho e trabalhando até a hora das crianças chegarem. Hoje por exemplo, vamos escolher as cores das tintas para pintar as paredes!!!

Minha casa nova é um pouco maior que a antiga e estou querendo renovar um monte de coisinhas nela. Depois de conseguir abrir todas as caixas, comecei a tarefa chata de procurar pedreiro, marceneiro, pintor... Nas últimas duas semanas eu recebi uns 10 profissionais aqui em casa que mediram, olharam, calcularam, fizeram milhões de perguntas e estão me mandando os orçamentos.

A maioria deles, vejam só, está ocupada até janeiro porque o Natal se aproxima e todo mundo quer renovar a casa para receber as visitas de final de ano. Enquanto isso vamos discutindo os materiais, as cores e eu vou pensando nos moveis que terei que comprar para combinar com todo o resto.

A correria está grande mas eu tenho sentido muita vontade de escrever. Estou tentando me organizar pra isso e documentar todo este processo de adaptação pelo qual estou passando neste novo processo de imigração que aconteceu na minha vida.

A minha nova casa é uma delícia, a vizinhança é ótima, o lago está aqui pertinho, mas ainda estou precisando me adaptar a este começar de novo. De repente eu perdi todos os meus amigos e vizinhos, minha rotina, a cidade que eu adorava, os meus cantinhos preferidos e tive que recomeçar. Ainda sinto um pouco de homesickness (saudade de casa) de vez em quando e sei que ainda tenho um longo caminho para me adaptar a esta vidinha de interior. Sem contar que tenho uma bussola quebrada na cabeça e me perco o tempo todo pela cidade. Pra me ajudar, eu estava acostumada a ir para o sul quando queria chegar no lago Ontario que banha Toronto. Aqui, para chegar ao Lake Huron, eu tenho que ir para o Norte e isso me deixou totalmente desorientada.

Já me perdi a tal ponto que levei quase uma hora para conseguir chegar em casa do ponto onde eu estava!!! Mas aos poucos a minha bussola quebrada está se orientando!

O Blue tb sofreu muito. Nas primeiras semanas ele ficava sempre deitado em algum cantinho, desanimado e só saia no quintal para fazer as necessidades fisiológicas. Eu tinha a impressão de que ele estava o tempo todo pedindo permissão pra andar pela casa e mesmo pra comer, eu tinha que ficar com ele senão ele não chegava perto do pratinho dele. Aos poucos ele foi se acostumando (eu digo que ele se conformou) e agora está bem mais a vontade!

 A vida vai entrando na rotina e não tenho muito tempo pra pensar em saudades! Apesar de alguns dias de choro, é impossível não ficar feliz com estes dias lindos e coloridos do outono canadense!