Skip to main content

Bussola de estimação

Eu sou a pessoa mais perdida que eu conheço.

Pra começar, eu tenho problema com direita e esquerda: se mandar virar à direita, 90% das vezes eu vou virar à esquerda e vice-versa.

Somado a este problema, o Canadá inverteu totalmente a minha bussola interna (que já nao era das melhores no Brasil). Aqui eu me sinto sempre indo na direção contrária, logo, quando tenho que decidir para que lado virar, eu sempre escolho o lado errado. Talvez eu conseguisse resolver este problema não seguindo o meu instinto, mas no meio de um cruzamento, com outros carros passando e eu tendo que tomar uma decisão, acabo indo pro lado errado e me perdendo.

Há algumas semanas peguei a rua onde o Sergio trabalha e virei para o Sul, ao invés de seguir para o Norte. Em determinado momento a rua virou uma estrada, um local meio deserto, cheio de caminhoes e sem retorno. Era 2:30 da tarde e as crianças saem da escola as 3:10!!! Foi desesperador, mas ainda consegui chegar em casa a tempo.

Usar o GPS do meu celular, nem pensar: por algum motivo o aplicativo ficou totalmente maluco aqui em Sarnia. Ele me manda para os lugares mais estranhos e de repente, quando não faço ideia de onde estou, ele me avisa que perdeu a conexão.

A grande solução para o meu problema esta sendo a bussola do meu carro novo! Nenhum dos aplicativos modernissimos que o carro tem, me deixaram tão feliz quanto aquela bussola instalada no espelho retrovisor. 

Eu ainda me perco pela cidade, mas meu marido me ensinou um truque: está perdida, siga para o Norte, que é onde fica o lago!!! Chegou no lago, chegou em casa! 

Enquanto a maioria das  mulheres se olham no espelho, eu olho pra minha bússola linda!!!

Para o Norte é o meu lema em Sarnia!